segunda-feira, 31 de março de 2014

D. DELOURDES E FILHOS VISITAM ANTÔNIO PEREIRA NO DISTRITO DE BANANEIRAS



Hoje à tarde tia Delourdes
E filhos visitaram meu pai,
Com júbilo e muita virtude,
Oportunidade e tudo mais,


Encontraram o Seu Antônio
Contente e feliz da vida,
Porque o seu maior sonho
Era rever esta irmã querida.


E fotografada com precisão
Ao lado de um dos filhos
E também de seu irmão
Nesta boa tarde de brilho,





Voltam à Senhor do Bonfim
Onde moram há muitos anos.
Hoje a nossa tarde foi assim
Neste bom cantinho baiano.


Bem sorridente tia Delourdes
Matou uma grande saudade,
E encontrou com paz e saúde
Seu irmão nesta Comunidade.


Seu Antônio Pereira já está
Realmente muito satisfeito,
Porque pôde então encontrar
A sua irmã feliz deste jeito.


Mário Querino – Poeta de Deus 


Poeta Mário Querino 

SR. ZICO SE ENCONTRA COM O POETA MÁRIO QUERINO NA RUA JOÃO LOPES NO DISTRITO DE BANANEIRAS

Sr. Zico e Poeta Mário Querino 31/03/2014



Hoje à tarde o amigo Zico
Esteve na Rua João Lopes,
Onde mora o Poeta
Com prazer e muito dote.


Foi um encontro legal
Entre 2 velhos amigos,
Digo, amigos de infância
Que sempre têm vivido


No Distrito de Bananeiras.
Atualmente o amigo Zico,
Mora um pouco distante,
Digo, em outro Município.


Contudo, a gente sempre
Se encontra numa boa,
E batemos um bom papo
Falando sobre as pessoas


Que antes brincavam
Com a gente no Distrito.
Por isso é legal de mais
Quando revejo o Sr. Zico.


Por isso agora escrevo
Com veemência e alegria,
E registro este encontro
Em formato de poesia.


Mário Querino – Poeta de Deus 

VAMOS OCUPAR O NOSSO ESPAÇO

Poeta Mário Querino 31/03/2014


Quando gostamos de fazer
Algo bom na vida,
Aparece alguém para reter
E a coisa não seja seguida


Pelo labor que a gente faz
E fazer sempre almeja.
Não só onde estipêndio traz,
Mas voluntário na Igreja.


Na Terra há gente para tudo,
Já observei tintim por tintim.
De fato, fiz um bom estudo
E descobri que a vida é assim.


Poucos tentam fazer algo
De bom para a Comunidade,
Porém, muitos ficam de lado
Atrofiando a boa vontade


De alguém que quer fazer
As coisas boas na entidade.
Por isso é difícil o viver
Dentro de uma Comunidade.


Todavia, não devemos parar
E cruzar os nossos braços,
Vamos satisfeitos enfrentar
Ocupando o nosso espaço.


Mário Querino – Poeta de Deus 

POR QUE TEMOS DIFICULDADE DE VIVER?

Poeta Mário Querino 31/03/2014


Hoje em dia o pessoal
Vive neste mundo
De forma descomunal,
Penso a cada segundo


Em nossa raça humana
Até o tempo da vinda
Que Deus programa
Para dar coisas lindas,


Que já tem preparado.
Como o ser humano
Viverá tão extraviado,
Cada qual pensando


Em si próprio, no “eu”,
Não caçando observar
Os preceitos de Deus
Para achar o bem-estar?


Tudo bem, seres vivos
Merecem terem o gosto,
Mas devem ter objetivo,
Respeitando os outros.


Realmente o ser humano
É muito inteligente,
E deve viver pensando:
“Não somos permanente,


Há tempo determinado,
O que fazemos no tempo
Até sermos chamados
Ou sermos arrebatados,


Que não está tão longe?
Por que não pensar antes,
Para fazer tudo direito,
Ser alguém importante


E ser bem reconhecido,
Entre a nossa sociedade?
Os animais tem vivido
Melhor em Comunidade.”


Assim eu fico pensando
E procurando entender,
Por que o ser humano
Tem dificuldade de viver?


Mário Querino – Poeta de Deus

domingo, 30 de março de 2014

QUEM FALA MAL DE SI MESMO É DIGNO DO MENOSPREZO

Poeta Mário Querino 30/03/2014


Alguém veio até a mim
E me fez uma pergunta:
“Por que escreves assim,
Parece que não assuntas


Que notas a vida alheia?
Por que não comentas
Dando uma volta e meia
Da sua vida que enfrenta


Um grande comentário?
Por que não falas de ti
Algo que seja necessário
Para o povo ler e ouvir?”


Eu dei uma gargalhada
E respondi bem assim:
Achas que vou ter nada
Se eu falar só de mim?


Qual a graça que terei
Falando da minha vida?
Se tudo dela eu já sei?
Seria uma tarefa perdida.


Porém, se queres que eu
Fale de mim mesmo,
Falarei em nome de Deus
Sem nenhum medo.


Então eu sou uma pessoa
Excepcional no mundo,
Gosto das coisas boas
E tenho amor profundo.


Eu somente faço o bem,
Procuro orientar gente
Que interesse bom tem
E faz algo bom e decente.


A minha vida é essencial,
Não sou de andar à-toa,
Bato um papo bem legal
Com todas as pessoas.


Aprecio com inteligência
E muita sabedoria sim,
Quem tem a veemência
E luta no país igual a mim.


Eu sou muito simpático,
Gosto do romantismo,
Escrevo muito, de fato,
Sou viciado nos livros.


Eu sou único no mundo,
Não há ninguém igual,
Penso a cada segundo
Para não fazer o mal.


Então alguém retrucou:
“Para de falar de você,
Só coisa boa você citou,
Não cita as ruins por quê?


Por que você não tem?”
Então falei bem assim:
Não quero ir muito além.
Achas que vou falar ruim


Da minha própria pessoa?
Eu sou bem inteligente
Eu vou entregar à-toa
Os costumes a esta gente?


Alguém disse: “Tens razão,
Quem fala mal de si mesmo
Não merece o perdão
E é digno do menosprezo.”


Mário Querino – Poeta de Deus  

SE EU FOSSE MEU EU NÃO MORRERIA

Pesquisada no Facebook 30/03/2014


Todos nós achamos
Que somos donos
Do próprio “eu”.
Mas sempre sondo


A minha vida e vejo
Que jamais mando
Na minha pessoa.
Pois estou andando


Submisso ao chefe,
Às leis do meu país,
Faço algo que eu,
Fazer nunca quis,


Sou obrigado usar
A roupa da entidade,
Roupa feia e quente,
E uso sem vontade,


Sou obrigado engolir
Algo que não gosto,
Às vezes faço coisas
Que eu não posso,


Posso ficar preso
Nas mãos de gente
Que sempre oprime
E trata indiferente,


Às vezes quero dormir
E não consigo deitar.
Como então eu
Agora posso firmar


Que eu sou meu?
Tenho muitos donos
E às vezes ainda fico
Num triste abandono.


Querendo me achar
E buscando o Senhor
Para me tirar das mãos
Do meu vil opressor.


De fato, se eu fosse meu,
Eu faria tudo de gosto,
Não teria um patrão
E mostraria meu rosto.


Mário Querino – Poeta de Deus

Poeta Mário Querino 

IGREJA ASSEMBLEIA DE DEUS DO DISTRITO DE BANANEIRAS REALIZA PELA PRIMEIRA VEZ UM CASAMENTO NO TEMPLO



Às 19 horas e 30 minutos
Houve um casamento
Na Assembleia de Deus.
A Igreja no momento,




De fato, estava repleta.
E os noivos a chegar,
Para ser bem realizado
Sua união neste lugar.




As testemunhas ficaram
Em seu lugar esperando
Os noivos entrarem,
Pois estavam chegando.




Logo após os noivos
Entraram na Igreja,
Todo mundo cônscio
Do que eles almejam.




O Pastor deu início
A esperada Celebração.
Foi um momento
De bastante satisfação.




O Secretário leu a Ata
Com muita clareza,
Todo mundo ficou
Ouvindo, com certeza.




Após a boa reflexão
Que o Pastor fez,
O noivo assinou sim,
Pois chegou sua vez.




Enquanto acontecia
As boas assinaturas,
Uma jovem cantava
Ao Deus das Alturas.




A noiva assinou feliz
Para mostrar ao povo
Que pretende viver
Bem ao lado do noivo.




Bem, as testemunhas
Também assinaram
Para confirmar bem
Que hoje se casaram.




Por último o Pastor
Assinou consciente
Que os jovens estão
Casados para sempre.




O Pastor ainda fez
A apresentação sim
Das alianças de ouro,
Que laçam até o fim.




Os noivos puseram
As alianças nos dedos,
É óbvio, muito bem
E com grande desejo.




Os noivos receberam
Uma boa oração.
Para Jesus abençoar
Com muita precisão.




Depois da boa oração
Veio o bom momento,
O primeiro beijo
Depois do casamento.




Quando a Celebração
Terminou, os noivos
Saíram da Igreja
Seguidos pelo povo.




Daí todo mundo foi
À casa da noiva beber,
Comer o bom vatapá
E a boa festa fazer.




Na verdade, tinha
Muita gente na festa.
E fotografou tudo
O bom amigo Poeta.




Daí chegaram os noivos
Na casa onde a festa
Estava acontecendo,
Chegaram na hora certa.




Eles foram fotografados
Diante do bolo lindo.
Chamou bem a atenção
Do Poeta Mário Querino.


Mário Querino – Poeta de Deus  

Poeta Mário Querino 

sábado, 29 de março de 2014

A NUDEZ SEDUZ QUALQUER HOMEM

Pesquisada no Facebook 29/03/2014


Talvez se as mulheres
Vestissem-se melhor,
Digo, mais compostas,
Não teriam ao redor


Esses estupradores
Que lhes perseguem.
Penso, desse jeito
Que sempre seguem,


Chamam a atenção
De qualquer homem.
Porque a sua nudez
Revela estes nomes:


“Agora estou pronta,
Estou quase nua,
Então vamos sair
À busca de uma rua.”


Realmente, o cara vê
Sua nudez exposta,
Então fica almejando
E disso o Diabo gosta.


Tenho quase 52 anos
E nunca vi ou ouvi
Alguém comentar
Em outro lugar ou aqui


Que uma Freira já foi
No mundo estuprada,
Se já foi a informação
Não foi ainda chegada


Aos ouvidos do Poeta
Que escreve agora.
Talvez, se vestissem
Compostas daria fora


Este maldito abuso.
Devemos aconselhar
Com muita precisão
Aos pais a comprar


Roupas descentes
Para filhos e filhas,
Assim eles não cairão
Nessa vil armadilha.


Mário Querino – Poeta de Deus 


Poeta Mário Querino