sexta-feira, 24 de novembro de 2017

DESPROVIDA DE IDEIA



Hoje, cheguei no setor
Do meu bom trabalho,
Meu coração almejou
Redigir, isso não falho.


Falei a colega Romair:
Qual é o tema que devo
Escrever hoje aqui?
E ela disse: “Após vejo,


Sou desprovida de ideia.”
Então, eu acatei bem
E aproveitei a plateia
Para enricar também


Todo este meu teor.
E com muita alegria
Escrevendo já estou
Neste admirável dia.


“Falta de ideia trouxe
A grande inspiração,
Como se agora fosse
A mais útil do coração.


Ora, percebo que tudo
Tem um bom sentido,
Claro, no meu estudo
Tenho então percebido


Que as frases fazem bem,
Se não fizerem a mim
Nem a muitos também,
Porém, tintim por tintim


Fazem para alguém aqui.
Solicitando um tema
A minha colega Romair,
De fato, sem problema,


Pude acatar algo bom
Que falou minha colega:
“Desprovida de ideia.” O dom
Que eu tenho, se encarrega


Em desenvolver bom texto.
Hoje, Romair inspirou
Uma poesia de alto preço
Pelo que ela me replicou:


“Estou desprovida de ideia.”
Como eu sou poeta
E Escritor de Cristo, a plateia
Vai se encantar com esta


Poesia que eu redigi
Usando a frase citada
Por minha colega Romair,
Que falta de ideia estava.


Mário Querino – Poeta de Deus    


quinta-feira, 23 de novembro de 2017

POETA MÁRIO QUERINO PARTICIPOU DO MUTIRÃO DO GLAUCOMA NA CIDADE DE PINDOBAÇU



Hoje, passei uma parte
Do dia de quinta-feira
Longe do meu Distrito,
Terrinha de Bananeiras.


A razão dessa ausência
Foi para fazer a revisão
Do meu olhar que tem
Glaucoma e com razão


Preciso ter um cuidado.
Se não foge da memória,
Já são quatro mutirões,
E claro, só conto vitórias.


Nossa Oftalmologista foi
Dra. Tatiane Camurugy.
Profissional simpática
E afável que pôde atrai


Seus pacientes neste dia,
E todos saíam gabando:
“Que Doutora educada,
Está hoje consultando!


Paciente, esclarece tudo,
Tem um diálogo aberto
Como de pessoas intimas,
Faz o que gosta.” É certo.


Pacientemente atendeu
Todos os pacientes sim,
Sem nenhuma pressa,
E claro, tintim por tintim


Fez o seu bom trabalho,
Deus definiu seu tempo
Que ainda cedo o povo
Teve o seu atendimento.


E todos saíam contentes
E eu observando tudo ali,
Pensando: o Senhor Jesus
Usa Dra. Tatiane Camurugy


No mutirão do Glaucoma
Do Município de Pindobaçu.
Não sei de onde ela veio,
Se veio do Norte ou do Sul,


Do Leste ou do Oeste. Mas
É uma Doutora educada,
Simpática e bem paciente,
E as pessoas encantadas


Com o seu atendimento,
Saíam lhe elogiando.
Por isso estou tudo isso
Com alegria registrando.


Mário Querino – Poeta de Deus  

Poeta Mário Querino 23/11/2017
   

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

ÀS VEZES O SOFRIMENTO FAZ BEM À PESSOA, POIS ACHA AJUDA E REJEITA



Numa pequena cidade
Havia um jovem sim,
Que tinha uma vida
Completamente ruim.


Todos os seus patrícios
Achavam que ele sofria.
Então tinham pena
E lamentavam todo dia.


Claro, a sua família via
Que o seu sofrimento
Era assim tão grande,
Que passava o tempo


Estudando uma forma
De aliviar aquela dor,
Obviamente por gosto.
Pois o jovem adotou


Esse grande sofrimento.
Ora, ele achava natural,
A família quem sofria
E comentava o pessoal.


Certo dia Deus tocou
No coração de alguém,
Esse alguém foi ajudar,
Claro, exortou também.


Disse que o sofrimento
Traz resultado negativo.
Mas quando encontra
Uma ajuda de amigos,


Rejeita e quer continuar
Nessa vida de dor.
Então me dá a entender
Que esse jovem gostou


De viver no sofrimento,
Como cremos que sofre.
Mas, ele quem escolheu,
Deus não dá a má sorte.


Quando caí no fracasso
Sem ter nenhuma ajuda,
Sofri a dor do desprezo,
Sem nenhuma dúvida.


Mas quando Deus quis
Então me resgatar assim,
Eu ergui a minha mão
E Ele enviou para mim


Um que me ajudasse.
Eu não rejeitei, porque
Não quero sofrimento,
Nem também fazer


A família sofrer por mim,
Claro, por meu gosto.
Então, não medra querer
Mudar a vida dos outros.


Se não controlo a minha,
Vou querer controlar
Quem sofre por gosto?
Hoje, todo mundo já está


Cônscio do bem e do mal.
Então tem o seu desígnio,
Quer viver sem sofrer?
Faça como Mário Querino.


Mário Querino – Poeta de Deus  

Poeta Mário Querino 22/11/2017

terça-feira, 21 de novembro de 2017

QUANDO UM SER SE ACHA O MAIS RICO, ESTÁ SENDO O MAIS POBRE



Numa pobre cidade havia
Uma tradição do povo,
Quando algum lá morria
Ninguém tinha bom gozo


De trabalhar contente,
Pois todos eram vistos
Como irmãos presentes
No Senhor Jesus Cristo.


Porém, isso foi passando
E o modernismo vindo,
O capitalismo tomando
Conta do atual destino.


Tudo foi se modificando,
Ser humano fica para trás
E o lucro tem o comando,
Visa status cada vez mais.


Então ouviram uns gritos,
A voz surgida na cidade:
“Morreu o varão mais rico
Desta pequena cidade!”


Quando a esposa do rico
Ouviu essa notícia,
Disse: “Meu Jesus Cristo!”
E gritando assim ela fica:


“Meu marido morreu,
Meu marido morreu sim!
O que eu farei povo meu,
O que será agora de mim?”


Mas ao chegar em casa
Recebe um telefonema,
Do marido que falava:
“Amor, você me entenda,


Ficarei mais um pouco,
Mas estou organizando
A viagem de bom gosto,
Breve estarei chegando.”


A sua esposa suspirou,
E disse a Jesus Cristo:
“Alguém assim me falou:
‘Morreu o varão mais rico.’


Eu achei que fosse o meu
Querido companheiro,
Contudo, graças a Deus,
Isso não foi verdadeiro.”


O labor deu andamento,
E o defunto lá no canto
Esperando sepultamento
Que não houve pranto.


Contudo, o Céu se abriu
Para receber com alegria,
Um espírito que sentiu
Desprezo durante os dias


Que passou neste mundo
Onde status tem no viver
Um valor mais profundo,
Do que o próprio Ser.


Mário Querino – Poeta de Deus 

Poeta Mário Querino 21/11/2017

POETA MÁRIO QUERINO PARTICIPA DO CURSO DE CAPACITAÇÃO PARA PORTEIRO E RECEPCIONISTA



Hoje, pela primeira vez
Que faço um bom curso
Para então me capacitar
No meu trabalho público,


Quero então agradecer
Por este bom momento
Que eu fico observando,
Tendo o conhecimento


Para fazer bem melhor
O trabalho de Porteiro.
Claro, isto é muito bom,
Fiquei o tempo inteiro


Durante 21 anos no setor
E não tive a capacitação
Para exercer o meu cargo
Ou melhor, minha função


Que exerço com alegria.
Capacitado, agora vou ser
Um Porteiro conhecedor
Do meu direito e dever.


Por isso não é à-toa está
Neste excelente Curso
De Porteiro e recepcionista
Num ambiente público.


Isto dá a entender sim
Que a equipe executiva,
Hoje tem se preocupado
Com funções exercidas


Nesta entidade pública.
Eu espero que saiamos
Deste lugar com a visão
Que na vida esperamos.


Agora é só praticarmos
Para que nosso setor seja
Um ambiente agradável
Dentro desta empresa.


Muito obrigado Senhor
Por este excelente Curso.
Agora trabalharei melhor
No meu setor público.


Mário Querino – Poeta de Deus 

Poeta Mário Querino 21/11/2017

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

HOJE FALECEU NO DISTRITO DE BANANEIRAS O CONTERRÂNEO ANTÔNIO SEBASTIÃO DA SILVA (TONHO DO BASTO)



Hoje à tarde faleceu
Nosso conterrâneo
Antônio Sebastião da Silva,
Neste cantinho baiano.


Era conhecido na região
Como Tonho do Basto,
Tonho já tinha 72 anos
Nos últimos dias já fraco,


Hoje chegou o seu tempo
De Deixar o Distrito
E ir para outra Dimensão,
Onde determinar Cristo.


Então, nos dá a entender
Que a Morte é justa,
Ela leva todo mundo sim,
E não aceita desculpa.


Quando ela chega não
Quer nem saber de papo,
Ela pega pela mão e leva
Seja forte ou seja fraco,


Seja rico ou seja pobre,
Seja feio ou seja bonito.
Quando ela vem leva sim
Qualquer um do Distrito.


Por isso devemos fazer
O bem a todos da terra,
Para quando a Morte vier
Alguém do pé de serra


Não queira ir para o Norte...
Assim como vai o fraco
Também vai o forte,
Não adianta os seus status.


Hoje foi o dia de Tonho ir,
Após pode ser um de nós.
Mas não fiquemos tristes
Como ela vem, nem dói.


Se alguém achar que dói,
Está pensando errado.
Porque tenho 55 anos
E não ouvi um escapado


Para dizer a dor da Morte
A quem ainda está vivo.
A Morte sempre atua
Entre amigas e amigos.


Mário Querino – Poeta de Deus 

Poeta Mário Querino 20/11/2017

POR QUE TRABALHAR NESTE DIA?



Alguém já comentando
E indagando também:
“Por que estou lidando,
Se Consciência Negra tem


No país?” O que rebater?
Claro, é feriado regional,
E de fato, vai depender
Sim dessa liderança local


Este feriado no país.
Mas alguém disso saber
No cantinho então quis:
“Sou quilombo, por que


Não tenho esse direito
De reverenciar este Dia
Com prazer e satisfeito?”
É preciso ter sabedoria


Para redarguir perguntas.
Daí eu olhei para o Céu
E alguém isso assunta,
Ao ver eu tirar o chapéu


Para o povo que sofreu...
Na construção do país
E agora neste Dia seu
Vive ainda assim infeliz


Por falta de consideração
Ao seu especial Dia.
Dia em que a nação
E essa mídia com alegria


Faz uma propagação sim,
Mas na hora da prática
Olvida o direito até o fim,
Tirando a sua boa graça.


Eu nunca fui de querer
Um feriado nesta Terra,
Sempre gostei de fazer
Algo bom no pé de serra,


Onde passo a minha vida.
Mas quem gosta de ter
Feriado, claro, neste Dia
Que vemos e ouvimos TV,


E ouvimos ainda o rádio,
Lemos também os jornais
E vemos na Internet algo
Sobre o especial Dia, traz


Para nós um reconhecer
Que deveria ser feriado
Para o povo brasileiro ter
Noção do que foi falado


E do que já tem ouvido,
Para que o teor seja real
E também cumprido
Duma maneira nacional.

Mário Querino – Poeta de Deus   

Poeta Mário Querino 20/11/2017