quinta-feira, 31 de maio de 2018

O BRASIL VAI PARAR AONDE VOCÊ QUISER

Poeta Mário Querino 31/05/2018



Alguém perguntou assim:
“Aonde o Brasil vai parar,
Sabes responder a mim?”
Ora, respondi sem pensar:


Ele vai parar aonde você
Quiser que ele pare sim.
Como eu não quero ver
Ele parar, irei até o fim


De minha existência aqui.
Porque eu não sou besta
Para ficar vagando por aí
Com minhoca na cabeça,


E muitas coisas para fazer.
Se todo mundo parar,
Ainda seguirei com prazer
Até meu corpo aguentar.


Aprendi com o beija-flor,
Uma lição de importância:
Um grande fogo pegou,
Todos ficaram à distância,


O beija-flor, ave pequena
Mas inteligente e sabida.
Daí encarou o problema
E fez a sua parte devida.


Ele ia até a uma lagoa,
Pegava a gota d’água
E jogava ali numa boa.
E outros só criticavam:


“Você está sendo besta,
Você nunca vai apagar,
Tira isso da tua cabeça,
Ó besta, vai se aquietar!”


O beija-flor inteligente
E sábio, assim rebate:
“Eu não estou contente...
Hoje faço a minha parte.”


Então, o Brasil vai parar
Aonde você quiser.
Se você quiser continuar,
Vá avante com muita fé.


Ainda que todos parem,
Faça a sua boa parte,
Com fé e amor prepare
Algo que seja destaque


E sirva de bom exemplo.
O Brasil não vai parar,
Ainda com pensamentos
Que almejam lhe atrofiar,


O Brasil não vai parar não,
Ainda não tendo sucesso,
A inteligente expressão:
“Ordem e Progresso”,


O Brasil vai sim, avante,
E você faça a sua parte.
Não espere governantes,
E seja você um destaque.


Mário Querino – Poeta de Deus


TUDO QUE O HOMEM JÁ FEZ É APRIMORADO NA MOCIDADE


Poeta Mário Querino 31/05/2018


Ontem, eu assistindo Tevê
Junto com D. Maria José,
Muitas coisas más pude ver,
A ponto de aumentar a fé.


Mas nada disso é novo não,
No passado existiu coisa pior
E não foi vista pela nação,
Pois não tínhamos ao redor


Televisão, Internet, Celular,
Jornal nem Filmadora assim.
Mas eu já ouvi idoso falar
De torturas que até ao fim


Não veremos mais tão igual.
Portanto, para mim não é
Notícia nova, isso é normal
E não vai abalar a minha fé.


Desde criança que estudo
Histórias e ouço histórias,
Porém, comparando tudo
Isto com algo da memória,


Ora, nossos antepassados
Viram mais crime atroz
Do que o que tem filmado
E apresentado para nós,


Através da Tevê, Internet,
Celular, Jornal e Filmadora.
Não havia Rádio que desse
Avisos. Poucas professoras


Possuíam Telefone em casa,
Poucos escreviam uma carta.
Por isso a violência ficava
Oculta, e agora o povo acha


Que tudo isso é novidade.
Meu prezado amigo, veja
Que tudo isso já é civilidade.
Nesta terrinha sertaneja,


Já houve crimes que eu não
Vou ver mais nunca na vida.
Porque já temos a Educação
Que faz entendermos amigas,


Amigos e também irmãos.
Desde quando Deus criou
Este Planeta e pôs nas mãos
De homem, o crime chegou.


E no passado era pior,
Pois crianças e adolescentes
Não tinham não, ao redor
Os seus direitos, e sempre


Eram castigados no labor,
Sem direito Escola e lazer.
Sentindo a morte do Senhor
Jesus Cristo, pude perceber


Que nossos antepassados
Eram mais violentos sim,
Do que este povo civilizado,
O qual vive perto de mim.


Então, não vejo nada novo,
Apenas, tudo é propalado
Tintim por tintim ao povo
Que tem Televisão, Rádio,


Internet, Celular, Jornal,
Filmadora, Telefone e faz
Cartas para esse pessoal
Ler feliz ou triste demais.


Na minha concepção, vejo
Que a violência é menos
No cantinho sertanejo,
Nada demais estou vendo


Em comparação ao tempo
De meus avós e meus pais.
Hoje, vejo reconhecimento
O povo já fala e já é capaz


De xingar até seu Prefeito,
Governador e Presidente
Da República. É um direito,
Porém, é atitude indecente


Que até o Senhor Deus
Adverte ao povo que, nem
No pensamento seu
Deve amaldiçoar a quem


Tem Autoridade nas mãos,
Nem a quem é rico; pois
As aves podem, com razão
Levar a sua voz, e depois


Suas palavras lhe acusem.
Então, nos dias de hoje é
Menos violento, estude
O passado com vigor e fé,


Que você vai desvendar
Esse grande mistério
Que na sua mente está.
Realmente, sou sincero,


Não vejo nada de novo,
Acho que é bem menos
Os crimes entre o povo,
Pelo que estou sabendo.   


Se vemos mais violência,
É porque a Informática
Oferece uma competência
Para vermos o que passa


Debaixo do sol com nitidez.
Porém, não vejo novidade,
E tudo que o homem já fez
É aprimorado na mocidade.


Mário Querino - Poeta de Deus   

quarta-feira, 30 de maio de 2018

POR QUE AMAS O COLÉGIO, A PONTO DE CRIAR O JARDIM QUE TRANSBORDA PRIVILÉGIO?

Poeta Mário Querino 30/05/2018



Alguém perguntou assim:
“Por que amas o Colégio,
A ponto de criar o jardim
Que transborda privilégio?”


Então eu respondi ciente:
Não há motivo para odiar
Esse admirável ambiente.
Nesse lugar vi se educar


Gente, meus filhos amigos,
Filhos de amigos e irmãos.
É aqui que eu vejo sorrisos  
De meu neto Brad Galvão,


Que já inicia com muita fé
Um Curso importante,
E alegra Alejandro, que é
Pai, e a Vanessa que antes


De tudo leva Brad Galvão
A esse Colégio especial,
Para aprender a lição
Com a nossa profissional,


Profa. Simone Querino.
Claro, alegra a D. Selma,
Que é vovó do menino,
E com esperança leva


Brad Galvão ao Colégio
Que fica a tarde inteira,
No porvir terá privilégio
O Distrito de Bananeiras.


Ora, alegra D. Maria José,
Sua vovó que quer bem,
E para aumentar a fé
Do vovô Mário, também.


Então eu faço de tudo
Em prol desse Colégio,
Observo e faço estudo
Porque é um privilégio


Que merece Bananeiras
Ter nos últimos tempos.
Estive a mocidade inteira
Afligindo pensamentos


Por não ter um Colégio
Assim, para eu estudar.
E hoje tenho o privilégio
De estar aqui para zelar


Com amor e por amor.
Se fosse só por dinheiro,
Não ficaria nem por favor,
O meu tempo inteiro


Num dia de sábado,
Num dia de domingo,
Num dia santo e feriado,
Nem aí, Mário Querino


Diria se era feio ou lindo.
Porém, suplico ao Senhor,
Pra Ele dar outro destino
A esse espírito destruidor


Que quer impedir tudo.
Com certeza, Deus não
Permitirá esse intruso
Atrofiar nossa progressão.


Já entendo que o amor
Pelo que se faz é sério,
E só buscando ao Senhor,
Entendemos o mistério.


Esta é uma razão de eu
Amar esse ambiente,
Zelar em nome de Deus,
Para alegrar esta gente


Do cantinho nordestino,
Que passa a vida inteira
Seu tempo investindo
No Distrito de Bananeiras.


A maior alegria do povo
É o que estou versando
E visando algo novo
Neste cantinho baiano.


Mário Querino – Poeta de Deus  

D. MARIA JOSÉ JÁ APRONTOU A ROUPA DO FILTRO E ELE JÁ ESTÁ ELEGANTE NA SUA COZINHA




Ontem D. Maria José
Terminou de aprontar
A roupa do filtro, que é
Vestimenta para deixar


Bem mais alinhado sim.
Obviamente não durou
Muito tempo, logo o fim
Da abissal obra chegou.




O filtro de D. Maria José
Já se acha bem elegante,
Por isso seu Poeta quer
Exibir a obra importante


Que já embeleza mais
A cozinha de sua casa.
Agora esse trabalho vai
Deixar amigas animadas.


Mário Querino – Poeta de Deus

Poeta Mário Querino 30/05/2018


terça-feira, 29 de maio de 2018

POETA MÁRIO QUERINO TERMINOU DE LER O PROFETA JOEL

Poeta Mário Querino 29/05/2018



Eu terminando de ler
O livro do Profeta Joel,
Pude ainda entender
Que o Senhor do Céu


Passou hoje para mim
Uma mensagem forte.
Por isso até o fim,
Aperfeiçoo com dote


O meu conhecimento
Bíblico. Já li 27 livros
Do Novo Testamento,
E já tenho conseguido


Ler 29, com fé e prazer
Do Antigo Testamento.
Então ainda eu vou ler
10, se Deus der tempo.


E claro, vou ler os 7 livros
Que o Concílio de Trento,
Em 1546, deixou incluídos
No cânon do Antigo Testamento.


Não sabemos do tempo
Em que viveu o Profeta
Joel, o conhecimento
Que temos sobre essa


Escrita que ele escreveu,
Não dar para interpretar,
Contudo o Senhor Deus
Quis conosco se expressar


Por intermédio de Joel.
O Profeta pediu sim,
Uma participação fiel
De profetas... Enfim,


De todo o povo num
Grande movimento
De súplicas e de jejum,
Levando pensamentos


A Deus, pois, catástrofe  
Causava sem dó sim,
Uma grande morte
Nas plantações. E a fim


De Deus mostrar a sua
Misericórdia, Joel,
Sem dúvida, quis na rua
Todos votados ao Céu,


Para suplicarem a Deus,
Que afastasse a praga
Das plantações do seu
Povo, que não restava


Nada. Crê-se que Joel
Viveu no tempo de Joás.
Não é declaração fiel,
É um estudo que se faz.


O importante é saber
Que o Dia do Senhor,
A ideia central vai ter
Invasões, o Devorador


Será expulso do meio
Do povo de Deus.
Sem dúvidas, eu creio
Na compaixão e meu


Livramento é na certa.
Por isso li com fé Joel,
O nosso bom Profeta,
Que ora ao Pai do Céu.


Agora, já vou ler Amós,
Com júbilo no coração.
Cada dia fico melhor,
A Bíblia muda a direção


De quem ler com fé,
Ela mostra o caminho,
Jesus de Nazaré.
Paro aqui os versinhos.


Mário Querino – Poeta de Deus  

O CONHECIMENTO SEM A OBEDIÊNCIA NÃO VALE NADA DIANTE DO OLHAR DE DEUS

Poeta Mário Querino 29/05/2018



Não creio num pregador
Que confessa que já leu
A Bíblia 5 vezes, é leitor
Sim da Palavra de Deus.


Seu testemunho é ruim,
Que nem pai que não leu
1 versículo, não era assim
Como o nevrálgico meu.


Pois ainda tenho 10 livros
Para eu concluir a leitura
Na Bíblia, fora os excluídos
Da Bíblia que ele procura.


Realmente, aonde eu já li,
Posso dizer que a vida
Que temos aqui,
Se depender da Bíblia


Para chegarmos ao Céu,
Só a compaixão de Deus,
Faz encontrarmos um fiel
Para herdar o Reino seu.


Não há quem possa ser
Justo e amigo de Deus.
Pois ainda não pude ver
E sentir no coração meu


Um homem digno de ser
Um cidadão do Céu.
Nem eu sou capaz de ver
E ninguém se julgue fiel.


Pelo que eu já li na Bíblia,
Só a misericórdia de Deus,
Faz eu conseguir essa vida
Que Jesus nos prometeu.


Eu lendo os livros Bíblicos
Pude entender até aqui
Que, muitos ficam ricos,
Usa o poder e diz: “Eu li


A Palavra de Deus 5 vezes.”
Todavia, eu não li ainda
1 vez e vejo em vocês
O que o Senhor abomina.


Claro, vejo com os meus
Olhos carnais e fracos
De visão, o grau venceu
E falta o Doutor prático


Na área da Oftalmologia.
Imagina o olhar do Senhor,
Que 1.000 vezes alumia
Mais que o sol com vigor!


Pai nunca leu versículos
Da Bíblia, viveu 87 anos,
Não fez o mal no Distrito,
Meu cantinho baiano.


Liderou um lar com 11
Filhos e sua companheira,
Sempre trabalhou aonde
Era lícito em Bananeiras.


Feneceu com 87 anos,
E nenhum de seus filhos,
Netos e bisnetos atuando
Fora de seus trilhos,


Quer dizer, até agora.
Então não vale a pena ler
A Bíblia 5 vezes e na hora
Em que precisa obedecer,


Na mente não há sentido
E desconhece a Palavra.
O cara leu 5 vezes o livro
E só faz as coisas erradas?


É óbvio, se já leu 5 vezes
A Bíblia e aprendeu,
Eu afirmo para vocês:
Obedece aos rogos seus.


Porque meu pai não leu
Nada que está na Bíblia,
Mas ouvindo amigos seus,
Ele fez justiça na vida


Dele e de sua família.
Feneceu com 87 anos,
E sempre andou na trilha
Neste cantinho baiano.


O saber é importante sim,
Porém, se não obedecer,
Seu nome chegará ao fim
Quando sepultarem você.


Claro, será sepultado seu
Corpo e seu nome ainda,
Pois a desobediência, Deus
Não aceita, Ele abomina.


Mário Querino – Poeta de Deus



A LÍNGUA É UM ÓRGÃO INCAPAZ DE SER CONTROLADO, POR ISSO NÃO LEVE EM CONSIDERAÇÃO O QUE ELA FALAR MAL SOBRE TI

Poeta Mário Querino 18/08/2019 Como saber se alguém Fala mal da gente? Pelo que a gente faz Já é sim o suficiente Para...