terça-feira, 30 de dezembro de 2014

ALMEJANDO O PASSADO

MAQS 30/12/2014


Eu já deixei de ser Poeta
E quero deixar de ser Escritor,
De que vale uma vida desta?
Por que vivo ainda estou?


Agora contemplo o mundo
E vejo tudo sem graça.
Onde está o amor profundo?
Por que o amor me falta?


Se a vida não tem sentido,
Por que então eu viver?
Se dos versos sou esquecido,
Por que tenho que sofrer?


Se contemplo meu Distrito,
Começo então a chorar,
Por que eu sofro por isso?
Por que a poesia faz pensar?


Por que a prosa quer fugir
Se já comecei dela gostar?
Pra que então viver aqui
Sem poder feliz expressar


O que pensa o meu coração?
Pra que viver neste mundo
Se a poesia, a prosa e o sertão
Já não têm amor profundo


Por um Poeta e Escritor
Que se dedicou nesta arte?
Por que abandonado ficou
E a solidão fica em destaque?


Meu Deus, pra que viver aqui
Longe da arte de escrever?
Sem poesia e prosa pude sentir
Que é bem melhor morrer.


MAQS  

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

ESCRITOR DE CRISTO, MÁRIO ANTÔNIO QUERINO DA SILVA SE DECIDE A PARAR DE ESCREVER PROSA

Hoje resolvi a parar de escrever por um determinado tempo. Se eu ver que estou me sentindo bem com a vida sem a escrita, eu não voltarei atrás de prosa para eu descrevê-la. Ao contrário, eu continuarei com a minhas escritas. Mas por enquanto vou parar de relatar os fatos que acontecem no Distrito de Bananeiras, por questão de análise e viver uma vida diferente entre amigos e amigas que vivem neste mundo que Deus criou para todos usufruírem do jeito que mais agrada. Então um forte abraço para todos que admiram as minhas prosas, até o tempo determinado pelo Senhor Jesus Cristo.


Mário Antônio Querino da Silva    

domingo, 28 de dezembro de 2014

NÃO PRECISA USAR O FINGIMENTO QUANDO SE ACHAR MAIS IMPORTANTE

Num pequeno povoado nasceu uma pobre menina que cresceu no meio das demais daquele povoado. O tempo foi passando e a menina crescendo no meio das outras com a mesma simplicidade. Quando a menina completou 7 anos de idade, seus pais matricularam numa pequena escola, com a esperança de vê-la sabendo escrever, ler e contar.
Com o passar dos anos a menina já estava bem desenvolvida e começou a estudar numa cidade vizinha onde conseguiu o Grau num Colégio público. Ao completar seus 18 anos de idade foi embora para uma cidade longínqua onde encontrou uma boa oportunidade para dar seguimento aos estudos.
Com mais uns anos, já adulta, recebeu o título de Doutora e começou a ganhar muito dinheiro. Então, já se achando muito importante, a ponto de fingir que não conhece os amigos e amigas do tempo de sua infância, adolescência e juventude.
No meu entendimento, quando uma pessoa chega a este nível de escolaridade, deveria ser bem educada, civilizada e popular, principalmente para com as pessoas que conviveram na infância, adolescência e juventude.
Na minha percepção essa Doutora que veio da pobreza, pensa que a vida não é de altos e baixos e que teve um início e não terá um fim. De fato, essa Doutora estudou a Ciência e a Tecnologia com muita profundidade, mas se esqueceu de aprender a ser educada.


Mário Antônio Querino da Silva – Escritor de Cristo  

INTELIGÊNCIA E SABEDORIA VALE MAIS DO QUE MUITAS ARMAS

Numa cidade do interior morava uma linda donzela de cabelos longos, olhos castanhos, nariz bem afilado, pele morena e de sorriso encantador.
Como as donzelas do interior têm uma amizade profunda umas para com as outras, um dia aconteceria uma grande festa na cidadezinha onde a linda donzela morava. Então uma das suas amigas foi à casa dela para se produzir juntamente com ela, a fim de encantarem os rapazes que visitariam aquela grande festa que aconteceria naquela noite de sábado.
Daí a linda donzela que se chamava Mariana, entrou no quarto para se arrumar juntamente com a sua amiga Juliana. Quando as duas donzelas estavam bem felizes com a vida, pelo espelho da penteadeira Mariana viu um homem escondido debaixo da cama, porém não deu demonstração para o homem não perceber que ela tinha visto ele escondido debaixo da cama.
Então Mariana usou a inteligência e a sabedoria com muita tranquilidade. Daí perguntou para a sua amiga Juliana: “Amiga Juliana, se você visse um homem escondido debaixo da cama, qual seria a sua reação?” Juliana respondeu: “Eu gritava bem alto assim: tem um ladrão aqui, tem um ladrão aqui, tem um ladrão aqui... Socorro, socorro, socorro... tem um ladrão aqui!” 
O homem que estava escondido debaixo da cama nem percebeu que aqueles gritos iriam chamar a atenção dos vizinhos. Por isso ficou bem tranquilo.
Mas de repente a casa de Mariana começou a encher de gente para ver o que acontecia com aquela donzela que gritava tão alto pedindo socorro. De fato, o homem que estava escondido debaixo da cama no quarto da linda donzela Mariana, não teve outra saída, foi abordado pelos vizinhos de Mariana e levado para a Delegacia, onde o Delegado determinou a sua sentença.
Por isso eu digo que, mais vale a sabedoria do que muitas armas. Se a linda donzela Mariana tivesse demonstrado que estava vendo o homem escondido debaixo da cama, obviamente a sua amiga Juliana ficaria apavorada e a situação seria complicada, pois sem nenhuma dúvida, aquele indivíduo faria delas reféns para tentar a fuga.  

Mário Antônio Querino da Silva – Escritor de Cristo


DOMINGO NA PRAÇA DA IGREJA DO DISTRITO DE BANANEIRAS

Hoje eu dei uma voltinha na Praça da Igreja do Distrito de Bananeiras, fiquei contemplando as pessoas que ali se encontravam. Obviamente algumas crianças brincavam de bola e andavam de bicicleta e outras pessoas adultas estavam no Quiosque tomando um refrigerante ou uma cervejinha bem gelada.

Também observei as plantas que embelezam a principal praça do Distrito de Bananeiras, onde se encontra a Igreja de Santa Efigênia, Santa Efigênia é a Padroeira do Distrito de Bananeiras. Então vendo toda esta satisfação das crianças brincando na praça e dos adultos comendo e bebendo no Quiosque do Dudu e ainda a beleza das plantas que conhecemos com pingo-de-ouro, fiquei muito feliz da vida.
E relato este contentamento para todo mundo que vive acessando as minhas páginas na Internet, que o Distrito de Bananeiras é um lugarejo que oferece liberdade para as crianças brincarem de bola e andarem de bicicleta. Também oferece oportunidade para os adultos curtirem no Quiosque do Dudu, claro, tomando um refrigerante, uma cervejinha gelada e comendo um bom tira-gosto.
Quão é maravilhoso viver no Distrito de Bananeiras! Como é bom viver em harmonia uns para com os outros na Praça da Igreja e no Quiosque do amigo Dudu! Deus tem nos dado esta vida humilde e bem agradável para todos os bananeirenses que, às vezes aparecem uns que acham esta vida ruim, por não saberem curtir a vida tranquila que Deus nos dá neste pequeno Distrito de Bananeiras, terra do amigo Mário Antônio Querino da Silva – Escritor de Cristo.


Mário Antônio Querino da Silva – Escritor de Cristo          

COMO DEVEMOS COMENTAR SOBRE OS NOSSOS IRMÃOS E COLEGAS DE TRABALHO

Alguém quis saber se alguns colegas falavam mal sobre o seu procedimento na empresa. Então combinou com alguns colegas e se escondeu numa das salas que há no prédio da empresa. Jonas, um dos colegas que trabalhavam nessa empresa, puxou o assunto sobre alguém que vivia desconfiado dos colegas e amigos.
Assim começou a conversa, quando Jonas perguntou aos colegas: “Amigos, o que vocês acham do nosso chefe?” Lucas, um dos colegas, carregava uma rixa do seu chefe Pedro, que estava na sala escondido, falou: “Seu Pedro é uma pessoa muito importante nesta empresa, às vezes ele fica nervoso conosco, mas ele tem muita razão, porque muitas vezes nós é que damos o motivo.” João, outro dos colegas, também comentou: “Lucas está certo, seu Pedro é uma pessoa legal, se às vezes ele fica irritado conosco é porque nós ficamos enrolando sem querer fazer as tarefas como deveriam ser feitas, seu Pedro é um chefe muito preocupado com o progresso da empresa, e sabemos muito bem que, quanto mais a empresa cresce, mais chance ela oferece, pode aumentar o nosso salário e empregar nossos filhos e netos.” 
Nesse momento seu Pedro que estava ali escondidinho, começou a ficar muito contente, pois seus colegas comentaram muito bem sobre o seu procedimento na empresa. Contudo a conversa continuou quando Antônio relatou um assunto muito importante para seu Pedro e principalmente para a empresa. Então Antônio falou: “Amigos, se todas as empresas tivessem um chefe como é seu Pedro, o país estaria mais desenvolvido e não estaria passando tanta vergonha, o mundo todo comenta que este país é o país da corrupção.” José, outro dos colegas, confirmou as palavras de Antônio, dizendo: “Antônio tem muita razão, pois o país está passando por uma decepção e todo mundo está comentando mal. Esta empresa está de parabéns, pois depois que seu Pedro assumiu a administração, a empresa cresceu, já aumentou o nosso salário e muitos já estão empregados nela, parabéns para seu Pedro!”
Assim devemos comentar sobre os nossos irmãos e amigos, por que todos são bons, às vezes nós é que somos ruins.


Mário Antônio Querino da Silva – Escritor de Cristo    

sábado, 27 de dezembro de 2014

O BARATO SAI CARO

“Na desgraça, um homem pode encontrar a salvação, enquanto que a fortuna pode provocar a ruína. Há presentes que não servem para nada, e há presentes que rendem o dobro. Há quem procura glória e encontra humilhação, e quem foi humilhado, mas levanta a cabeça. Há quem compra barato muitas coisas, e acaba pagando sete vezes mais.”


BATISMO DE ACAZ IDO GALVÃO

No dia 6 de setembro de 1998, meu filho Acaz Ido Galvão recebeu o Batismo na Igreja de Santa Efigênia do Distrito de Bananeiras. Foi um dia muito especial para meu filho Acaz, que passou a ser membro da família de Jesus Cristo.
Agora, depois de 16 anos, Acaz já estar recebendo o título de Bacharel, que é uma grande honra para Mário e Maria José, que investiram na Educação dos filhos com muita esperança em vê-los formados e bem educados, tanto pelas escolas por onde eles já passaram como também destro do lar onde receberam os primeiros preceitos de Deus e dos pais que não medem distância para mostrar o caminho que eles devem andar com inteligência, sabedoria e muita satisfação.
Por isso aos 6 anos de idade, Acaz Ido Galvão da Silva foi Batizado em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Esta é a razão de Acaz ser inteligente e viver os preceitos de Deus e dos homens. Hoje meu filho Acaz Ido já tem 22 anos de idade e já conclui o curso de Bacharel. Graças ao Senhor Deus, aos padrinhos João Mota, Ivonice Conceição e Mabel Farias que sempre têm abençoado meu filho Acaz Ido Galvão, e também graças aos seus pais, Mário Antônio Querino e Maria José Galvão que dão um bom exemplo, sem esquecer de agradecer ao irmão Alejandro Cis Galvão que juntos cresceram sem nenhum problema, por fim, graças aos parentes, amigos e conterrâneos que também têm nos dado essa grande força para nos manter no Distrito de Bananeiras repletos de júbilo e satisfação.


Mário Antônio Querino da Silva – Escritor de Cristo 

Mário Antônio Querino 
   

NO DISTRITO DE BANANEIRAS NÃO EXISTE MAIS VIVO

Alguém me perguntou: “Como vai o Distrito de Bananeiras?” Então eu respondi: Vai muito mal, pois não existe mais Vivo. Alguém assustado com a minha resposta perguntou novamente: “E onde você está agora?” Respondi: Em minha casa. Alguém insiste perguntando: “Quer dizer que você não mora mais no Distrito de Bananeiras?” Respondi: Moro, com muita satisfação. Alguém já aborrecido perguntou: “Você não está vivo? Como fala que no Distrito de Bananeiras não tem mais Vivo?” Respondi: Com certeza não tem mais Vivo, atualmente a única coisa que está falando é a amiga Internet que restou para lhe dar essa vil notícia, que no Distrito de Bananeiras não tem mais Vivo.

Mário Antônio Querino da Silva – Escritor de Cristo 


sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

CASAMENTO DEVE SER FEITO COM O CONSENTIMENTO DO SENHOR DEUS

Quando completei meus 26 anos de idade, Deus preparou uma jovem idônea para me oferecer com carinho, amor e muita precisão. Pois não é bom para o homem viver sem uma companheira, e de preferência a encontrada no tempo de sua juventude.
Como sou um homem que sempre procurei viver os preceitos do Senhor Deus, ao encontrar-me com a Jovem Maria José Galvão, perguntei ao Senhor Deus: “É esta a jovem que será a minha companheira? É esta que me engolirá nos momentos das minhas loucuras? É esta que se conformará quando eu não tiver o dinheiro para comprar o que ela mais almejar? É esta que conviverá comigo sem ciúmes? É esta que me aceitará como eu sou? É esta que permanecerá comigo até que a morte nos separe? É esta que está preparada para assumir o meu lar sem a intervenção da mãe ou da sogra? É esta que lutará comigo nos momentos mais difíceis da minha vida? Pois o Senhor sabe muito bem como eu sou, e Maria José Galvão precisa me conhecer melhor também.
Mas tudo bem, as coisas foram se encaixando dentro da minha realidade e da realidade de Maria José Galvão, e o Senhor Deus vendo a nossa fidelidade até agora, Começa então nos abençoar, pois já são 26 anos de convivência e graças a Deus a tendência é aumentar cada dia o nosso amor, se não deu desacerto no tempo da minha juventude, agora que não dará. Já conheço todas as treitas que o Diabo usa para destruí um lar onde a paz, o amor, a fidelidade, a prosperidade e a virtude reinam com satisfação e alegria. Sabem por que meu lar até agora é bem estabelecido? Porque oro ao Senhor Deus dia e noite, madrugo estudando a Palavra do Senhor. Pois é esta Palavra que nos sustenta e nos enche de júbilo.


Mário Antônio Querino da silva – Escritor de Cristo  

ENTRE AS DIFICULDADES ENCONTRAMOS O VERDADEIRO AMOR

Antônio Pereira da Silva, é descendente de cearenses, pois seus avós vieram do Ceará, claro, trazendo seu pai ainda criança para a região do Distrito de Bananeiras. Daí seu pai Raimundo Pereira casou-se com Antônia que lhe deu 6 filhos, 5 homens e 1 mulher. Quando Antônio já tinha 12 anos de idade, teve uma grande surpresa, sua mãe Antônia que tinha saído para a roça na Grota João Pinto, sofreu um ataque cardíaco e acabou morrendo. Como naquela época não tinha carro no Distrito de Bananeiras, para buscar o corpo de Antônia, trouxeram numa rede para sepultar no Distrito de Bananeiras.
Então Antônio, com apenas 12 anos de idade, ficou trabalhando com seu pai Raimundo, para manter a sustentação dos irmãos que então, não tinham mais sua querida mamãe. Após um tempo Raimundo arranjou uma namorada, com a qual se casou pela segunda vez, deixando Antônio e seus irmãos aos cuidados da avó, que também sofria a dor de um câncer. Porém, cuidava dos netos com muita precisão a ponto de Raimundo não se preocupar com eles.
Antônio e seus irmãos, não tiveram o direito de ir à Escola, aprenderam com pessoas que se dedicavam ao ensino voluntário. Mesmo assim, Antônio aprendeu um pouco a escrever, ler e contar. Quando Antônio completou seus 24 anos de idade, arranjou um casamento com Gildete Querino da Silva, é óbvio, com muita dificuldade e discriminação da parte da família de Gildete. Pois Gildete era considerada filha de proprietário de fazenda com engenho.
Um dia Ramalho Querino da Silva, ficou tão nervoso com seus parentes que todo dia queriam que ele impedisse o casamento de sua filha Gildete com Antônio, que chamou a sua filha Gildete a parte e perguntou: “Tu queres casar-se com Antônio Pereira?” Gildete ficou vermelhinha e respondeu: “Quero sim, meu pai.” Então Ramalho falou: “De fato, ele é um rapaz pobre, mas é muito trabalhador. Vamos marcar o casamento para me ver livre desses comentários de seus parentes.”
Daí Antônio se casou com Gildete e lhe deu 13 filhos, 2 foram morar com Deus logo ao nascer. Graças a Deus que Antônio Pereira da Silva junto com sua esposa Gildete Querino da Silva prosperou e educou seus 11 filhos trabalhando na roça e sem Escola apropriada, como já temos no tempo atual. Gildete Querino da Silva faleceu com 77 anos de vida e Antônio Pereira da Silva viveu 87 anos e descansou em paz, vendo seus filhos já estabelecidos e seus netos formados em curso superior. Agora, só me regozijar com as vidas e mortes de Antônio Pereira da Silva e de Gildete Querino da Silva, que passaram muitas dificuldades na vida, porém, descansaram em paz com Jesus Cristo. Amém.


Mário Antônio Querino da Silva – Escritor de Cristo  

Mário Antônio Queirno da Silva 

PREPARE-SE PRIMEIRO PARA RECEBER AS BÊNÇÃOS DE DEUS

Deus faz tudo bem feito e para um tempo determinado por Ele. Então, um senhor muito pobre colocou na cabeça que o Diabo tem algo para oferecer aos insatisfeitos com a sua pobreza, que faz parte da vida de altos e baixos. Daí o senhor tentava uma riqueza de qualquer forma, mas o seu movimento era fraco para oferecer as condições financeiras que ele mais almejava.
Daí começou a perder a sua confiança em Deus, que prova os seus filhos com inteligência e sabedoria. De fato, o ouro e a prata pertencem a Ele, e Ele dá a quem quer e no tempo determinado por Ele. Pois ele sabe que, se der o poder a uma pessoa despreparada para recebê-lo, Deus tanto perde a alma da pessoa, como seus amigos serão humilhados diante de uma pessoa que é a mesma imagem e semelhança de Deus, sujeito as mesmas necessidades fisiológicas e com direto de receber a visita da mesma Morte, claro, de forma diferenciada.
Então o senhor fez um pacto com o Diabo, para conseguir a riqueza que mais almejava na sua vida. É óbvio, começou a fazer coisas ilícitas e adquirir muito dinheiro, a ponto de ficar famoso e muito rico. Porém, somente a sua esposa sabia do pacto que ele tinha feito com o Diabo. Daí o tempo foi passando e o pacto chegando fechado com chave de ouro, mas só quem podia abrir era a Morte, que quando abrisse não poderia mais fechar nada na sua vida.
Já chegando o dia da Morte lhe visitar, o senhor começou a ficar muito preocupado, claro, a ponto de todos os vizinhos perceberem algo estranho naquele lar, que era tão nobre, mas demonstrava que ali havia uma preocupação misteriosa. Daí chegou o grande dia em que a riqueza não podia mais lhe proteger. Era o dia do senhor contemplar toda a sua fortuna e parar, pensar e falar: “De que valeu esta minha riqueza sem o amor de Deus? Hoje a Morte me extirpará, e o que será da minha alma? Para onde ela irá? Já sei, vou enganar a Morte e regressarei para o meu Deus, de quem recebi o dom da vida.”
Então o senhor raspou bem a cabeça e foi jogar bola no meio dos jovens, obviamente em um campinho perto de sua mansão. Daí a Morte chegou em sua mansão chamou na porta e a sua esposa veio atender, pediu-lhe que entrasse, mas não tinha a mínima ideia que seria a Morte a procura do seu esposo. Então a Morte perguntou: “Cadê o fulano de tal?” Aquela senhora muito contente com a vida e bem instruída, respondeu: “Ele viajou, e não tem tempo determinado para o seu regresso.” Daí a Morte saiu e foi assistir ao jogo onde o senhor estava jogando. A Morte vendo o senhor feliz da vida no meio da juventude, falou: “Como eu vim buscar o amigo fulano de tal e ele não se encontra em sua casa, vou levar esse careca, pois não voltarei de mãos vazias.” Assim se cumpriu o pacto que o senhor fez com o Diabo, sem chance de regressar ao Senhor Deus, que lhe deu o dom da vida, mas não perseverou na fé que tinha no Senhor Deus. Então o senhor perdeu a sua glória eterna por se iludir na riqueza que murcha como uma flor que desabrocha pela manhã e à tarde já não existirá mais.


Mário Antônio Querino da Silva – Escritor de Cristo     

O PASSADO NOS DEIXOU A DESEJAR

Não sou de lembrar o passado que já vivi neste mundo, mas é bom eu relatar em síntese a melhor parte da minha vida em que vivi na minha adolescência. Então comento para os nossos adolescentes que têm de tudo nas mãos para se embelezarem, comentarem, curtirem e compartilharem com os demais jovens do seu tempo. Já começando o meu relato, quero citar alguns produtos que eu usava para deixar os meus cabelos agradáveis a todos do tempo da minha adolescência, que hoje não recomendo a nenhum adolescente nem jovem.
Então, eu, como toda uma vida fui criativo, pegava morotó de ouricuri, colocava numa vasilha e levava ao fogo para fazer o melhor óleo para passar nos cabelos. De fato, os cabelos ficavam lisos e bem brilhantes, como se permanecessem molhados. Esta era uma das criatividades que eu usava por não ter os produtos que atualmente tem. Outra criatividade que eu também usava para cachear os meus cabelos era a seguinte: Usava óleo de transformador e Coca-Cola para deixar os meus cabelos bem cacheados, moda da época da minha adolescência.
Hoje, graças a Deus, que os adolescentes já têm produtos especiais para cachear os cabelos e deixar realmente, do jeito que agrada a todos, e também há produtos e aparelhos para deixar os cabelos lisos e bem estirados a ponto de mudar até a identidade das pessoas, isso é muito bom, mas que pena, não tenho mais cabelos para usufruir destes recursos tão agradáveis e que deixam os cabelos do jeito que a pessoa quiser, obviamente, cheirosos e bem macios. Parabéns para o tempo de vocês adolescentes e jovens! Pois, não tive essa condição de usufruir tanta beleza e bondade, e agora meus cabelos já não existem mais...


Mário Antônio Querino da Silva – Escritor de Cristo 

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

QUEM CONSEGUE MAIS POPULARIDADE, DEUS OU O MUNDO?

Não adianta discutir quem atrai mais pessoas, de fato, o mundo se preocupa dia e noite para conseguir uma popularidade encantadora. Enquanto o Senhor Deus deixa as pessoas à vontade, pois Deus lança o convite para todos, mas somente fica com Ele aqueles que forem fiéis. Por isso que, quando o mundo faz uma festa, todos ficam comentando a intensidade e popularidade que o mundo conseguiu adquirir numa só noite. Ao contrário, quando Deus programa uma Festa o mundo fica criticando e comentando o seguinte: “Vocês viram a Festa desse povo, não deixou ninguém dormir nesta noite, zoaram até meia-noite, eu mesmo não consegui dormir, fiquei até com dor de cabeça.” Mas o povo de Deus festeja até meia-noite e amanhece o dia repleto de contentamento e com as forças bem mais renovadas para enfrentar a lida do dia-a-dia. Ao contrário, os amigos do mundo amanhecem nos Hospitais ou nos velórios lamentando o sofrimento ou morte de amigos que passaram juntos a noite na festa mais badalada da região. Esta é a diferença entre quem procura a popularidade de quem procura manter a minoria com esplendor e contentamento para todo o sempre amém.


Mário Antônio Querino da Silva – Escritor de Cristo 

BREVE O SENHOR AGIRÁ DO SEU JEITO

Quando o mundo chegar ao limite de tanta Ciência e Tecnologia, o Senhor Deus agirá do seu jeito. Pelo que percebo, o nosso Planeta está passando por uma provação e futuramente terá uma reação que a humanidade ficará correndo de um lado para o outro e não encontrará uma solução para sobreviver.
Atualmente parece que estamos no caminho do Céu, com tanta facilidade oferecida, contudo o povo não está percebendo que o caminho está muito largo e pode estreitar lá na frente, tirando a possibilidade de uma conclusão esperada por todos. Jesus já tem dito: “Entrai pela porta estreita, pois larga é a porta e espaçoso o caminho que leva à perdição, e muitos são os que por ele entram. Quão estreita é a porta e apertado o caminho que leva à vida, e poucos são os que o encontram!”
Então, percebo que a porta e o caminho que atualmente estão mais frequentados são os que têm mais facilidade e muita gente está seguindo sem pensar que mais avante pode encontrar uma barreira que não permitirá a continuidade. O certo é parar, pensar e refletir para então poder entrar na porta e seguir seu caminho com a convicção de chegar em paz à sua meta.


Mário Antônio Querino da Silva – Escritor de Cristo 

FELICIDADE A TODA PROVA

“Meu filho, se você se apresenta para servir ao Senhor, prepare-se para a provação. Tenha coração reto, seja constante e não se desvie no tempo da adversidade. Una-se ao Senhor e não se separe, para que você no último dia seja exaltado. Aceite tudo o que lhe acontecer, e seja paciente nas situações dolorosas, porque o ouro é provado no fogo e as pessoas escolhidas, no forno da humilhação. Confie no Senhor, e Ele o ajudará; seja reto o seu caminho, e espere no Senhor.
Vocês que temem ao Senhor, confiem na misericórdia d’Ele, e não se desviem, para não caírem. Vocês que temem ao Senhor, esperem d’Ele os benefícios, a felicidade eterna e a misericórdia.

Examinem a história, e verão. Quem confiou no Senhor, e ficou desiludido? Quem perseverou no seu temor, e foi abandonado? Quem O invocou, e não foi atendido? Porque o Senhor é compassivo e misericordioso, perdoa os pecados e salva no tempo do perigo.” 

ONÇA AMEDRONTA O POVO DO DISTRITO DE BANANEIRAS

Surgiu um boato no Distrito de Bananeiras, que amedrontou as pessoas que faziam caminhadas pela estrada do Riachão, zona oeste do Distrito de Bananeiras. Então, na visão de alguns que percorriam por esse trecho da estrada, uma onça estava cruzando esse caminho numa boa e até então não causou danos nenhum nessa região.
Segundo as pessoas que viam a onça, ela era preta e gostava de ficar à beira da estrada do Riachão amedrontando as pessoas que faziam suas caminhadas. De fato, as pessoas que percorriam essa estrada, mudaram o seu percurso e passaram muitos dias caminhado pela estrada do Povoado de Laginha, que fica ao leste do Distrito de Bananeiras.
Contudo, este boato tornou-se apenas uma mitologia para o povo bananeirense que é um povo bastante humilde e tem receio de se encontrar com onça que vive cruzando fácil por seu caminho, que é muito dificultoso. De fato, onça faz muito medo, ela gosta de ficar aos escondidos e pegar as pessoas na felonia.
Mas graças ao Senhor Deus, que o boato tomou outro sentido, agora já não é mais uma onça é um bode preto que saiu da roça de alguém e fica percorrendo a estrada do Riachão, zona oeste do Distrito de Bananeiras. Com este novo comentário as pessoas já voltaram a percorrer novamente pela estrada do Riachão, porque o bode não faz medo ao povo de Bananeiras.
Segundo os nossos meios de Comunicação, em Brasília tem um grupo que já é acostumado pegar onças numa boa, e todo mundo admira a coragem desse grupo. De fato, é um grupo muito forte e pode aparecer onça de qualquer parte do país, esse grupo dobra e leva para onde pretender. Segundo comentários, o grupo junta as onças com os peixes e nunca falta recursos para esse grupo sobreviver. Eu até já estava com medo desse grupo vir pegar a única onça que sobrevive na região do Distrito de Bananeiras, esse grupo já acabou com os nossos peixes, e agora carregar a única onça que o povo de Bananeiras tem para servir de comentários...?  


Mário Antônio Querino da Silva – Escritor de Cristo 


quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

A CONFORMIDADE TRAZ A PAZ NO ESPÍRITO

Quando chegamos a uma idade mais avançada, as coisas começam a ficar completamente desagradáveis para as nossas vidas. Uns acham irritante algo abusivo da parte dos adolescentes e jovens, outros acham que os adolescentes e jovens estão curtindo a vida sem pensar no porvir, muitos já acham que esta modernidade está caminhando para um futuro sem expectativa nenhuma e eu penso que todos têm o seu direito de usufruir da juventude, mas com uma moderação. Pois se as pessoas do meu tempo tivessem esta oportunidade que os adolescentes e os jovens atuais estão tendo, obviamente fariam o mesmo ou pior do que estes adolescentes e jovens estão fazendo. Com certeza meus netos vão ter tantas novidades que, se eu ainda estiver vivo, vou menear a cabeça e comentar: “É verdade! Na minha adolescência tudo isso era acoimado, e hoje sou obrigado ver e engolir tudo calado...”
Quando eu era jovem ouvia muito uma canção que dizia: “Queria ser civilizado como os animais...” Na verdade não estou usufruindo dessa civilidade, mas foi uma profecia que já se cumpre no tempo de meus filhos e mais concretizada será no tempo de meus netos ao chegar a sua adolescência e juventude. Falo com convicção, se na adolescência ou juventude do meu tempo oferecesse 50% da liberdade e civilidade que meus filhos e neto já usufrui, com certeza, seriamos mais elevados. Sei não, viu, se as coisas não seriam mais indecentes e sem limites. Então, vamos cumprir o curso que resta as nossas vidas sem desejar essa civilidade, porque não combina mais com a nossa idade.


Mário Antônio Querino da Silva – Escritor de Cristo  

PARABÉNS PARA O SENHOR JESUS CRISTO

Como essa data foi escolhida para se congratular o Aniversário do Senhor Jesus Cristo, quem sou eu para não congratular também juntamente com todos que adotam essa importante data? É óbvio, vou comemorar o Aniversário de Jesus Cristo com júbilo e muita satisfação, mas já sabendo que é uma data escolhida por estudiosos e não dentro da realidade. É como se meu filho nascesse em 22 de março e eu tivesse registrado em 21 de junho. Mas a data que eu poderia congratular seria 21 de junho e não na data em que ele nascesse. Estou certo?
Então, um Feliz Natal para o Senhor Jesus Cristo e um Próspero Ano Novo, 2015, para todos os que acessam esta página da amiga Internet.


Mário Antônio Querino da Silva – Escritor de Cristo 

PINGOS-DE-OURO SE EXIBEM DEPOIS DE 2 ANOS E 50 DIAS





No dia 4 de novembro de 2012, o Poeta Mário Querino fez umas mudas de plantas, o famoso Pingo-de-ouro.

Com fé e muito labor o Poeta de Deus cultivou estas plantinhas e depois as plantou no jardim do CMTSM, mesmo
assim continuou cuidando das plantinhas que alegram muito o jardim e a alma de todos que vão lhe visitar para contemplar a beleza do jardim com as suas plantas floridas e felizes da vida.
É óbvio, depois de muito tempo as plantinhas já se exibem como árvores grandes no meio do lindo jardim que ainda é bem cuidado não mais pelo Poeta de Deus, Mário Querino, mas sim pelo Escritor de Cristo, Mário Antônio Querino da Silva, que com muita satisfação tem o contentamento de mostrar aos amigos e amigas, como já estão as plantinhas depois de 2 anos e 50 dias de cuidados com carinho, amor e muita satisfação do amigo Poeta de Deus, que agora é intitulado Escritor de Cristo.

Contudo, valeu o labor que o Poeta Mário Querino teve durante o crescimento das plantinhas que agora o Escritor de Cristo, Mário Antônio Querino da Silva, já encontra todas grandes com uma linda estrutura. De fato, 2014 entregará o jardim ao ano de 2015 com muita satisfação e sem nenhum ciúme, pois tem a convicção que o Escritor de Cristo, Mário Antônio Querino da Silva, continuará cada dia melhor e mais prestativo ao jardim que traz um grande encanto para todos que visitam e se sentem à vontade entre as plantas com flores coloridas e exalando uma fragrância bem agradável. Parabéns ao Poeta Mário Querino, que o Escritor de Cristo, Mário Antônio Querino da Silva, continue com esta essencial Missão.



Mário Antônio Querino da Silva – Escritor de Cristo 

     

GATO BALDINHO CHEGA À VELHICE E DESAPARECE DE SUA CASA

O gato Baldinho que era um animal de estimação e vivia na casa do amigo Mário Antônio Querino da silva, chegou à 3ª idade com muita veemência e saúde. Contudo, chegou o tempo de Baldinho voltar ao pó de onde veio.
Então começou a ficar sem comer e pouco bebia água, a ponto de perder peso rapidamente sem demonstrar a ninguém que estava doente, pois sua doença era velhice. Baldinho ficou muito magro até que um dia Baldinho desapareceu de casa e até agora não voltou mais e ninguém dá notícia de Baldinho.

Não sabemos se baldinho morreu ou se ainda vive, mas provavelmente Baldinho já morreu, porque Baldinho não tinha mas forças para resistir. Por isso todos acham que Baldinho já morreu.
A morte de Baldinho faz eu lembrar do Profeta Moisés, que quando chegou a sua velhice, Deus fez com que Moisés subisse ao monte e daí Moisés desapareceu até o dia de hoje, a ponto de ninguém saber onde Moisés foi sepultado.

Penso que o meu amigo gato Baldinho já morreu e não voltará mais para ficar conosco aqui. Seu corpo voltou ao pó e seu fôlego de vida só quem sabe onde está no momento é o Senhor Deus, porque este enigma o homem nunca saberá esclarecer uns para com os outros.


Mário Antônio Querino da Silva – Escritor de Cristo 

  

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

QUEM COME COM O RABO?

Alguém ousou testar a minha inteligência para depois tirar uma da minha cara. Mas desta vez alguém ficou sem ação, porque respondi com um comentário antes de dar a boa resposta: “Você deveria elaborar uma pergunta mais difícil, porque esta é fácil demais, meu amigo, não preciso nem pensar para lhe responder.”
Daí alguém insistiu: “Então, qual é a sua resposta amigo? Se você sabe por que fica enrolando?”
Então eu falei: “Não estou enrolando é porque a resposta é tão fácil que devemos comentar um pouco para ganharmos mais tempo de conversa, mas como você já está apressado e quer saber se eu sei a resposta, vou responder com sabedoria e convicção a sua pergunta tão fácil: “Quem come com o rabo?”
Obviamente todos os animais que têm rabo, de fato, eles comem com o rabo...”
                                             

Mário Antônio Querino da Silva – Escritor de Cristo

  

OS INCOMODADOS QUE SE RETIREM

O mundo para o meu tempo está completamente contra a vontade de Deus, porém, para a juventude civilizada está sendo o tempo mais ideal que o mundo já pôde mostrar ao Senhor Deus e aos homens.
Então, como o mundo está contra a mim ou eu estou contra o mundo moderno, o mundo não deve me engolir, eu quem devo engolir o mundo. Por que há um adágio que diz: “Os incomodados que se retirem.” Então se tudo o que o mundo está oferecendo para a humanidade atual for contra a mim, que Deus me extirpe do mundo e deixe para quem está usufruindo com júbilo e satisfação.
Contudo, se eu não quero deixar esta vida que vivo entre esta modernidade, que eu engula tudo calado e agradecendo ao Senhor pelo dom da vida que Ele me deu. Por isso não sou contra essa movimentação no mundo em que ainda vivo, se compreendo que as ideias do tempo atual são realmente civilizadas, é óbvio, tenho que ver de tudo e praticar o melhor, tenho que ouvir de tudo e guardar o que faz bem, tenho que cheirar de tudo na vida, mas procurar a fragrância que seja agradável.
Como procuro ser diferente para agradar ao Senhor Deus, preciso engolir de tudo para poder sobreviver neste mundo que nos oferece muitas facilidades e ao mesmo tempo dificuldades que às vezes até sem mais retorno. Portanto, vivo neste mundo sem me importar com o jeito de cada um que vive feliz e satisfeito com a sua vida.
Ninguém é mais inocente, todo mundo já é cônscio do que quer, do que vê, do que ouve, do que cheira, do que come, do que bebe, do que pensa, do que fala e do que faz. Todo mundo já é consciente também que, só existem dois caminhos, o caminho do bem e o caminho do mal, e na hora da preferência a decisão é sua.


Mário Antônio Querino da Silva – Escritor de Cristo 

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

FINJA QUE ESTÁ MORTO, MAS SEJA VIVO TAMBÉM

Não sei o que acontece com o sinal da Vivo no Distrito de Bananeiras, pois passa 2 dias bom e todos colocam recargas nos celulares, daí a pouco a Vivo some e só aparece quando os créditos já venceram. Então já ouvi alguns usuários da Vivo dizerem que não colocarão mais recargas. Pois estão sendo besta investindo dinheiro em morto pensando que está Vivo. O sinal está muito esperto, ele abre um olho e quando o povo começa a confiar ele fecha fingindo que está morto, mas por dentro está Vivo sugando os créditos. Povo do Distrito de Bananeiras, seja também esperto, finja que está morto, mas seja vivo também.


Mário Antônio Querino da Silva – Escritor de Cristo 

REDE DEIXA BRAD GALVÃO FELIZ DA VIDA NA CASA DE SUA BISAVÓ

Brad Galvão visitou a casa de sua bisavó Altamira e se sentiu à vontade, pois encontrou uma boa rede e ficou feliz da vida se balançando. É óbvio, Brad Galvão não tem costume de se balançar numa rede, por isso achou uma coisa bem agradável, ficar deitado numa rede e se balançando o tempo inteiro.


Com certeza Brad Galvão passou uma boa parte da tarde satisfeito na casa de sua bisavó. Então, eu observando o contentamento de Brad Galvão deitado numa rede, voltei a minha linha do tempo e vi que a minha vida também foi como a do meu neto Brad Galvão, alegre e satisfeito com tudo que meus antepassados podiam me oferecer para eu continuar feliz da vida.


Como agora descobri que uma rede é um bom recurso para deixar Brad Galvão feliz da vida, já penso em comprar uma rede para ficar armada na minha casa, para quando Brad Galvão vier nos visitar, ele possa também se deitar na rede e ficar se balançando numa boa. Por enquanto, Brad Galvão se deita e se balança na rede de sua bisavó Altamira. Mas se Deus por intermédio do Senhor Jesus Cristo me der a licença, comprarei uma boa rede para meu neto ficar deitado e se balançando satisfeito com a vida.


Mário Antônio Querino da Silva – Escritor de Cristo   



DISTRITO DE BANANEIRAS CONTINUA DE BRAÇOS ABERTOS ESPERANDO SUA GENTE E AMIGOS


Passando pela Rua Cesário Coelho do Distrito de Bananeiras, contemplei a linda serra que fica ao Oeste do Distrito. Percebi que o meu lugarejo é uma terra abençoada por Deus e tem uma serra que embeleza a região do Município de Pindobaçu. De fato é uma serra alta e bem elegante que dá prazer ao Escritor de Cristo, Mário Antônio Querino da Silva.
O Distrito de Bananeiras sempre foi um lugarejo de gente importante e famosa, embora ter saído para outras terras distantes e esquecido da sua origem, e se ainda tem lembranças não demonstra, pois sumiu e o Distrito ainda continua de braços abertos esperando a boa visita dessa gente que um dia já teve a graça de contemplar esta serra maravilhosa que, com satisfação o escritor de Cristo mostra para todo mundo por intermédio de fotografia nas páginas da amiga Internet, recursos que nos traz o contentamento e a oportunidade de todos os bananeirenses que acessam a nossa amiga Internet, contemplem e recordem o tempo em que viveu essa felicidade ao lado de parentes, colegas e amigos no Distrito de Bananeiras.


Mário Antônio Querino da Silva – Escritor de Cristo


ESCRITOR DE CRISTO RECEBE UM PRESENTE QUE MAIS ALMEJOU TÊ-LO NA VIDA

Ontem à noite o Escritor de Cristo, Mário Antônio Querino da Silva teve a graça de receber um importante presente de sua amiga e conterrânea Wilma Dias. Certamente este presente é um dos mais essenciais para o Escritor de Cristo. Pois traz um grande reconhecimento da serventia que esta caneta tem na vida de um Escritor. Obviamente Wilma Dias escolheu um presente bom, bonito e muito especial para oferecer ao conterrâneo e amigo Mário Antônio Querino da Silva, que agora com muita satisfação agradece a sua boa intenção e escolha deste presente para oferecer ao amigo Escritor de Cristo.
Uma caneta tem um valor extraordinário na vida de um Escritor de Cristo, pois é com a caneta que o bom Escritor pode descrever as palavras que são inspiradas por Deus e propaladas para os amigos e conterrâneos que sempre admiram a arte da escrita. Por isso Wilma Dias não pensou duas vezes para ir à loja e comprar esta linda caneta, claro, com o intuito de oferecer ao Escritor de Cristo, que com muita satisfação recebe e agradece do fundo do coração este admirável presente que a sua amiga e conterrânea Wilma Dias que mora em São Paulo, mandou de presente para o Escritor de Cristo. Que Deus abençoe essa grande amiga e conterrânea Wilma Dias.


Mário Antônio Querino da Silva – Escritor de Cristo


domingo, 21 de dezembro de 2014

NETINHA PINTURA E ARTE

O Distrito de Bananeiras é um lugarejo de gente inteligente e criativa. Podemos enaltecer a criatividade da Profa. Netinha, que faz muitas coisas boas e bonitas. O Escritor de Cristo, Mário Antônio Querino da Silva, teve o prazer de contemplar a beleza artificial criada por Profa. Netinha.
Como já estamos no clima de Natal, Profa. Netinha criou muitos arranjos para embelezar o ambiente onde passamos uma boa parte do tempo nessa data tão especial para as pessoas que congratulam o Aniversário do Senhor Jesus Cristo. Também em Netinha Pintura e Arte se encontra outras opções para uso pessoal.
Profa. Netinha é bem dedicada na arte de pintura, sempre há novidades para apresentar aos seus clientes que sempre estão inovando o ambiente onde passam uma boa parte do tempo com a família, colegas e amigos. Obviamente os arranjos que a Profa. Netinha faz, encantam as pessoas que admiram seu talento.
O Distrito de Bananeiras tem grande satisfação por ter uma Professora assim tão inteligente e criativa como é a nossa conterrânea Profa. Netinha. Isso nos deixa orgulhosos e felizes da vida por sermos bananeirenses e conterrâneos da Profa. Netinha.


Mário Antônio Querino da Silva