quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

OCUPAR A MENTE COM ALGO EDIFICANTE, O DIABO NÃO ACHA BRECHA PARA IDEAR O QUE NÃO PRESTA



Hoje, a minha atividade
Foi de grande privilégio.
Cedinho escrevi poesia,
Após eu fui ao Colégio


Molhar as plantas sim,
Daí fiquei pondo o piso
De cerâmica na casa
De meu filho. É preciso


Agora redigir resumido
E postar na Internet.
Claro, como sou idoso,
De mais esforço carece


Para dar boa produção.
Mas por ser voluntário
Todo o meu labor aqui,
Não é tão necessário


Para produzir bastante.
Obviamente meu chefe
Não pode me cobrar,
E por isso ele agradece.


A minha mãe me dizia:
“Cavalo dado, não se olha
Os dentes.” Contudo
As plantas já brolham,


A casa já está bonita
E a poesia emocionante.
Foi a minha atividade
Neste dia importante.


Claro, não dei tempo
Para a mente pensar
Algo contra ao Senhor.
Agora, vou me deitar,


Uma boa noite a todos
Que felizes leem esta
Poesia relatando fatos
Sobre a lida do Poeta.


Mário Querino – Poeta de Deus 

Poeta Mário Querino 31/01/2018

QUANDO VAIS SIM, DESCANSAR UM POUCO?

Poeta Mário Querino 31/01/2018


Alguém me perguntou:
“Mário, quando vais sim,
Descansar um pouco?”
Disse: Perguntas a mim


Com qual interesse seu?
Pensei o tempo inteiro
Em descansar somente
Nesse mês de fevereiro,


Porque ele somente terá
28 dias, então terei sim
Menos dias para o labor
Que Deus dá para mim.


Se não fosse isso, amigo,
Não falaria em descanso,
Enquanto na Terra viver,
Se eu já trabalho tanto,


Vejo este país quebrado,
Imagina, se fosse parasita
Sem querer fazer nada,
Mas almejando vida rica!


Ora, só faço o que posso,
Não me falta o que fazer.
O tempo que não aceita
Eu trabalhar sem comer,


Sem beber, sem dormir
E sem a Palavra do Senhor.
Então, quando paro sim,
Faço poesia para o leitor


Que acessa esta amiga
Internet, durante o mês.
Saiba, ó cara, que agora
Em fevereiro descansarei.


Porém, só por que terá
28 dias, ao contrário,
Não descansaria não,
Este seu amigo Mário.


Mário Querino – Poeta de Deus  

POETA MÁRIO QUERINO SONHA E RESUMIDAMENTE DESCREVE PARA SEUS AMIGOS REFLETIREM

Poeta Mário Querino  31/01/2018


Ontem eu me deitei feliz
E agarrei num sono legal.
Às 3 horas e 10 minutos
Deus me acordou, normal.


Daí comecei a implorar
E agradecer por tudo
Que o Senhor já me deu,
Como Deus não é surdo,


Nem mudo e nem cego,
Me ouviu, me respondeu
Ao ver o meu coração
E também o pedido meu.


Empós uns 15 minutos,
De oração, fui me deitar
Ao lado de D. Maria José,
Que não viu eu levantar


Meu corpo de sua cama,
Nem viu eu voltar não.
Daí eu retornei a dormir
E sonhei num caminhão


Que fazia uma entrega.
O meu sogro tinha sim
Obtido uma mercadoria
E achou muito ruim.


Daí pediu ao motorista
Que voltasse o produto
À cidade de Pindobaçu,
E teve um grande custo.


Um de seus filhos foi
Também no caminhão,
Claro, eu também fui
E notei a incompreensão


Do motorista que dirigia
O caminhão amareleço.
Porque chegando no rio,
Águas não davam espaço


Para o caminhão passar,
Ainda assim o motorista
Insistiu. Eu dei conselhos,
Mas poucos acreditam...


Como dei conselhos, não
Seguiria nesse caminhão.
(Porque não sou besta
Pra ouvir um bom irmão,


Notar que a sua palavra
É uma palavra de vida,
E não dar uma atenção,
E depois ficar sem saída).


Então fiquei na margem
Desse rio, só observando
O caminhão atravessar,
Porém, ele foi afundando


Ficou sumido nas águas.
Tentou voltar e não deu   
Mais certo, a lama sim,
Por completo lhe prendeu.


Daí eu ouvi uma voz:
“Mário, você está bem?”
Então eu lhe respondi:
Eu não entrei aí também,


Desci antes do caminhão
Entrar neste rio, ó amigo!
É óbvio, eu lhes aconselhei
E não me deram ouvidos.


Daí vi subir a última bolha
D’água, o caminhão sumiu,
Com o motorista e colega,
Contudo, Mário refletiu


Antes de seguir a viagem.
“Minha esposa Maria José
Sempre diz esse adágio
A mim: “Conselhos e café


Toma quem quiser.” Fico
Pensando: Certa ela está,
Porém me acho o cara,
Daí começo a me afundar.


Há coisas que não voltam
Nunca mais atrás não,
Como sucedeu no sonho
Com o guia do caminhão.


Mário Querino – Poeta de Deus  

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

SE ESPERAR COM CONVICÇÃO NO SENHOR DEUS, ALCANÇARÁ

Poeta Mário Querino 30/01/2018


Quando era adolescente,
Tinha uma preocupação
Por me achar inteligente
Neste cantinho do sertão.


Eu fazia muitas artes sim,
E chamavam a atenção,
E davam elogio pra mim
Neste lugarejo do sertão.


Eu fui estudando e vendo
O mundo com outra visão,
Sempre na vida querendo
Ser Doutor neste sertão.


Me preocupei até demais,
A ponto de perder a noção.
Preocupei muito meus pais
Neste cantinho do sertão.


Os meus contemporâneos,
De toda a minha região,
Fossem ou não baiano,
Me viam lunático no sertão.


Assim cheguei aos 26 anos
De idade com satisfação.
Deus viu eu necessitando
De uma esposa no sertão.


Daí preparou Maria José,
Que morava no Riachão.
Lavradora, mas de fé
No seu lugarejo do sertão.


Claro, ela se agradou sim
Do jovem doido. Cristãos
Lhe jogavam contra mim,
Neste cantinho do sertão.


Mas Maria José tem sim,
Uma excelente visão,
E se apaixonou por mim
Neste lugarejo do sertão.


Em maio já fará 30 anos
A nossa grande união.
Todos estão admirando
Nosso amor neste sertão.


A minha vida está boa
E não penso em Diploma,
Estudo para ser a pessoa
Que ninguém mais zomba


Nem chama de lunático.
Porque a minha ação
Não dá mais esse espaço
Neste cantinho do sertão.


Por mais que eu sofra,
Já tenho a compreensão
Que para Jesus é pouca
A minha dor neste sertão.


Já estou chegando sim,
A etapa de um ancião.
Isso agrada muito a mim
Neste cantinho do sertão.


Depois eu vou fenecer
Ou ter uma separação
De quem amo pra valer
Neste lugarejo do sertão.


Porém, o que valeu aqui,
Foi a minha convicção
De espera para conseguir
Grande vitória no sertão.


Claro, estou fazendo sim,
Faculdade com satisfação.
Se Deus der tempo a mim,
Concluirei neste sertão.


E morrerei com Diploma
De Nível Superior, intuição
Que trago e Deus sonda
Meu coração neste sertão.


Mas com Diploma ou sem,
Seguirei com satisfação,
Porque a poesia vem
Me alegrando no sertão.


Mário Querino – Poeta de Deus        

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

O QUE GOSTAS DE FAZER?

Poeta Mário Querino 29/01/2018


Alguém me perguntou:
“O que gostas de fazer?”
Meu coração pensou
E mandou eu responder:


“O que eu mais gosto
Não tem uma definição,
Pois faço o que eu posso
E o que sente o coração.”


Então a minha resposta
É de um cristão que faz
Sua semeadura na roça,
E aguarda com fé e paz


A semente abrolhar sim
No tempo determinado
Por Deus, e não por mim.
Nisto que tenho pensado


Para hoje lhe responder.
Creio que tenha intuído
O que eu gosto de fazer.
Tudo que faço há sentido


E agrada o meu coração.
Caso, não venha agradar,
Eu prefiro abrir mão,
Ainda que venha faltar


Algo de suma importância.
Por isso amo o que faço,
Sem manter distância,
A vida é de altos e baixos,


Repleta sim de algo bom
E também de coisas ruins.
Não faço nada sem o dom,
Não amando, fora de mim.


Mário Querino – Poeta de Deus 

domingo, 28 de janeiro de 2018

QUER VIVER BEM? LEIA A BÍBLIA E EVITE INIMIZADE ENTRE AS PESSOAS, ASSIM COMO D. MARIA JOSÉ EVITA

D. Maria José  28/01/2018


Claro, hoje é domingo,
D. Maria José está bem
Dentro de um vestido
De renda, feliz também.


E o seu maior motivo é
Ir à Igreja compartilhar
O seu grande amor
Com quem aparecer lá.


D. Maria José segue sim
Contente o Catolicismo,
Porém, não é fanática,
Ela combina sim comigo.


Ela sempre ler a Bíblia
E vive bem na religião
Que é o Cristianismo,
A qual sigo neste sertão.


Claro, sou Protestante,
Pois protesto injustiça,
Eu sou evangélico sim
E levo a Palavra bonita


Que há poder de curar,
De expelir demônios,
De dar plena liberdade,
E é isso que proponho.


Por isso D. Maria José,
Com o vestido branco,
Obviamente de renda,
Traz grande encanto


Aos olhos deste Poeta
Caipira, Mário Querino.
Eu não sei se ela reza
No lugarejo nordestino.


Porque ela aprende sim
Com nosso Jesus Cristo: (Mt. 6.5-8)
“Tu porém, quando orares,
Entra no teu quarto...” Isso


D. Maria José deve fazer,
Pois tem vida controlada
E neste mundo moderno
É insólito mulher amada


Como é a D. Maria José.
Todo mundo gosta dela,
Ela não tem um intrigado
Neste Planeta, pois ela


Se dedica para viver bem
Entre amigos e irmãos,
Ainda sendo membro
De outra Denominação.


Mário Querino – Poeta de Deus 

Poeta Mário Querino 

VOU NÃO, Ó CARA, EU QUERO VIVER

Poeta Mário Querino 28/01/2018


Alguém indagou assim:
“Se a Morte te visitasse,
O que você então faria
Para que não te levasse?”


Indagação complicada,
Mas vou te responder
Baseado na verdade,
Claro, vai me entender


Tintim por tintim isso.
Então eu lhe respondi:
Quando a Morte visita
Não dar para refletir


Nem promover tempo.
Então é melhor evitar
A visita dessa Morte
Por onde a gente andar.


Você pode até indagar:
“Como evitar sua visita,
Se ela só vem sem dizer
O tempo, e a gente fica


Fazendo isto e aquilo,
Achando que não vem?”
Responderei: É isso aí,
Achando que ela tem


Mão leve sobre a cabeça
De alguém que se acha
Inteligente, sabido, rico
E é conhecido na praça.


E ela somente visitará
Quem é indouto, pobre
E quem vive em guetos,
Que lhe dar nada pode.


Vejo que a Morte é liça
E atua bem no Planeta,
Não passa a mão leve
Sobre nenhuma cabeça.


Por isso não vivo não,
Aqui puxando saco dela.
Porque tenho a certeza
Que Deus permitirá ela.


Um dia ela quis saber
Se eu tinha Whatsapp
Para marcar sua visita.
Como não tenho, ache


Que eu seja um careta,
Mas eu não fico triste.
Então dei o meu número
Do celular e assim disse:


Quando quiser me visitar
Me ligue um dia antes.
Muitas vezes ela já ligou,
Mas a vida é importante.


E quando vejo que é ela,
Deixo chamar até cair
A sua ligação, pois sei
Que a Morte já quer vir.


Ora, hoje, quando toca
O meu celular, eu vejo
Antes de eu atender
No cantinho sertanejo.


Assim, fico sem a visita
Da Morte no meu lar.
Um dia um amigo disse:
“Vamos ali, vais gostar!”


Quando ele me falou
O que ele iria fazer,
Eu respondi: Vou não,
Ó cara, eu quero viver.


Mário Querino – Poeta de Deus  

QUANDO A MENTE ESTIVER DESCONTROLADA, PROCURE UM BOM LUGAR PARA RELAXAR, O IDEAL É AONDE HÁ PROFISSIONAL ESPECIALIZADO QUE TENHA ÉTICA

Poeta Mário Querino 21/09/2019 (Dia da Árvore)  Quando o funcionário Psicologicamente Bem não estiver não, Não vá ao ambie...