Postagens

Mostrando postagens de 2018

O MAL NÃO SE PAGA NÃO, COM O MAL. O INTELIGENTE AMA A TODOS DE CORAÇÃO

Imagem
Hoje já é segunda-feira, E o Poeta Mário Querino No Distrito de Bananeiras Está satisfeito e redigindo

Uma poesia aos amigos E também às amigas Que me trazem regozijo E muito prazer na vida.

Certamente nesta hora Em que o sol chegará, Verei contente a aurora Em Bananeiras chegar.

Sei que a vida é assim, Cheia de contentamento, Pode ser boa para mim E pode trazer sofrimento

Pra outros bons amigos. Pode trazer dor também Para mim, tenho sofrido Todavia, vivo muito bem.

Pois tenho compreensão Que esta vida é de altos E baixos. E meu coração Sabe bem que sou fraco.

Se não fosse a clemência Do Senhor Jesus Cristo, Hoje, minha consciência Estaria má neste Distrito.

Quem sabe, nem viveria Mais no planeta Terra, Não faria esta poesia Neste meu pé de serra.

Às vezes contemplo sim, A vida de todo este povo, Penso nele e ainda mim Que, quando está novo

Se exalta e se acha o tal, Se for rico e tiver poder, Não dar valor ao pessoal

BOM-DIA, Ó FAMÍLIA QUERINO

Imagem
Hoje é um dia especial Pois é dia de domingo, Que o Pai Celestial Olhe à Família Querino.

Que cada um de nós Ouça a voz do Senhor, E erga com fé a voz Agradecendo com vigor

Por tudo que Deus faz Na vida desta Família Que iniciou com paz Fruindo das maravilhas

Que Deus nosso Senhor, Tem sempre preparado Para nos dar com amor. Por isso muito obrigado,

Ó Senhor nosso Deus, Por este dia de domingo, E entes queridos meus Vivam neste dia sorrindo...

Mário Querino – Poeta de Deus


ORQUÍDEA QUE IRIA PARA O LIXÃO, SE TORNOU A PLANTA MAIS BONITA DE D. MARIA JOSÉ. PARA TUDO HÁ JEITO, BASTA CUIDAR COM AMOR

Imagem
Eu ouvindo a história Desta planta bonita, Usei minha memória Que sempre feliz fica

Ao ver plantas assim Como esta orquídea. Que quase teve fim Sua importante vida.



Então, D. Maria José, Ganhou uma muda Com amor, júbilo e fé, Sem nenhuma dúvida,

Ficou em algum lugar E alguém não cuidou. A orquídea iria acabar Todo o seu bom vigor.




Porém, D. Maria José, Ficou muito sentida, Pegou o balde com fé, Pôs terra e a orquídea

Ressurgiu com vigor. Daí em poucos dias Ela assim bonita ficou, É motivo desta poesia.

Mário Querino – Poeta de Deus


NINGUÉM É CAPAZ DE SE SENTIR REALIZADO NO PLANETA TERRA

Imagem
O tempo vai passando E eu esperando chegar A minha vez de ser Realizado neste lugar.

Mas sou cônscio disso, Não vou nunca realizar Meus sonhos na terra, Pois cada dia a vida está

Me trazendo novidades. Ora, quando eu realizo Um sonho outro chega Com bem mais sentido.

Então nunca realizarei Meus desejos na terra. Por exemplo, faço algo, Há outro no pé de serra.

Se chegar aos 90 anos, E não poder fazer nada Que mostre aos amigos, É óbvio, em palavras

Farei algo bom na vida, Pelo menos eu direi: Filho, ande na retidão, Assim como eu andei

No tempo em que eu Andava sobre a terra. Hoje, estou neste leito, Mas vejo o pé de serra

No meu intelecto sim, Distrito de Bananeiras. Embora, já ter crescido, Mas olho a área inteira.

Ao Norte há o Rio Aipim, Ao Sul fica a Mangabeira, Ao Leste está a Laginha

PARABÉNS À D. MARIA JOSÉ

Imagem
Hoje é 14 de setembro De 2018, dia marcante Na história deste Poeta. D. Maria é aniversariante

E merecedora de poesia Neste dia tão especial. Não é preciso dizer algo, Já diz nosso Pai Celestial.

Tudo que D. Maria José Merece nesta data sim, Se fosse dizer algo mais, Diria: Tu és parte de mim,

Só a morte pode separar, Mesmo assim, se manter Meu corpo vivo na terra, Meu intelecto terá você

Em qualquer circunstância. Pois você tem o direito De sugerir o modo de vida, E eu me manter satisfeito.

Mário Querino – Poeta de Deus


SER DE DEUS NÃO PRECISA MOSTRAR UMA APARÊNCIA

Imagem
Eu avaliando meu viver Descobri uma vaidade, Que trouxe desprazer Em minha comunidade.

Pois bem, queria andar Somente de aparência. Fiz esforço pra comprar Terno que dá presença

Sim, a qualquer usuário. Então o desejo era sim, Grande, adquiri salário E comprei-o para mim,

Certamente à prazo, E fiquei endividado sim, Mas quando realizado O pagamento, pra mim

Não está mais servindo. Então estou escrevendo O que estou sentindo No coração. Já sabendo,

Então eu disse: Pra quê Terno no guarda-roupa, Se neste recinto o viver, Minha cultura é outra?

Como aparecerei sim, Na reunião, se o povo Que está perto de mim Usa short e camiseta?

Que gosto no ambiente Fora de uma comunhão, Totalmente diferente Desses outros irmãos?

Serviria pra ele de quê? Obviamente de atenção Votada para meu viver, Não ao teor da reunião.

Então acho que foi sim, Um sacrifício à-toa Que apareceu a mim, Para exibir às pessoas

QUANDO QUER VIVER UMA VIDA FELIZ, DEUS MOSTRA OS DEVIDOS RECURSOS

Imagem
Quando Deus quer agir, Obviamente Ele age Conforme o seu querer. Podemos achar tarde,

Mas o tempo do Senhor É somente Ele quem faz. Hoje, já em dificuldade Na finança que me traz

Uma obrigação de tê-la Para me manter melhor, Liguei meu bom celular E li alíneas ao redor

De toda esta questão, A qual me faz raciocinar Na minha financia, Área que vou controlar

Para ser mais tranquilo. Eu achava que deveria Não ter nada guardado, Enquanto outro estaria

Precisando de boa ajuda. Enquanto isso eu estou Vivendo só no vermelho, Não é gosto do Senhor.

Eu preciso me controlar, Entender que a vida Não é assim tão boa Quando vivo com dívida.

Por mais que eu mostre Algo de boa aparência Para parentes e amigos, Claro, minha consciência

Vive em grande aflição. Agora já lendo 8 itens Que podem me mostrar Algo que eu não fique

Mais assim no vermelho, Dou graças ao Senhor, Pois alguém me redigiu E a escrita me orientou.