quinta-feira, 30 de junho de 2011

PROSTITUIÇÃO INFATIL

Pesquisada no Google

Estava assistindo um Programa
Que me mostrou triste imagem.
É óbvio, todo mundo já reclama
Porém o varão tem a coragem

De seduzir a pobre adolescente
Que deveria receber conselhos
Para ter o viver bom e decente,
No entanto, induz corpo alheio.

Promete a boa vida e em fim,
Porém, não procura aconselhar
Nem mostrar que isso é ruim
E com certeza a vida acabará.

Alguns acham que é por fome,
E por falha dos governadores.
Eu sei, vejo que é dos homens
Que têm a índole de sedutores.

Uma mulher jamais praticará
No mundo ato sexual sozinha.
Todo homem pode condenar
Contudo, cobiça a sua vizinha.

Se o homem não a seduzisse
E não tivesse a má intenção,
Acho eu, talvez não existisse
Esta desastrada prostituição.

Nenhum pai de família quer
Ver uma filhinha prostituta,
Todavia, quer usar de má fé
A filha do amigo que escuta

Palavras cheias de fantasias.
Chega até ameaçar a pobre,
Quer dizer, sem a sabedoria
Para praticar só o que pode.

Vejo que as moças pobres
Acreditam num casamento,
Vejo moças que são nobres
Que não crer o sacramento.

Essa culpa não é da varoa,
E com certeza é do varão.
A moça jamais pratica á toa
E sozinha uma prostituição.

Mário Querino – Poeta de Deus

A QUEM A LEI FAVORECERÁ?

Pesquisada no Google

Eu assistindo um debate,
De Advogados e Apresentador,
Fiquei muito pensativo
E meu filho então falou:

“Se for para desarmar
O povo brasileiro, por quê
Há então uma exceção
Para muita gente ter

Uma boa arma em casa?
Sei, é obrigado ter na vida
Bom conhecimento e ser
Uma pessoa bem sucedida.

Porém o Doutor pode ser
Uma pessoa desse jeito,
Mas será que os filhos são
Bem sucedidos e perfeitos,

Para não usar uma arma
Que seu pai Doutor tem?
No meu ponto de vista
Isso favorecerá alguém.

A Lei deve ser cumprida,
Não começando em casa
Fazendo uma boa justiça,
É claro, ficará bagunçada!”

Obviamente o certo é certo,
Não deve ter gente favorecida,
Porque todos têm o direito,
Se eu tenho controle na vida,

Mas não sei se meus filhos
Têm a mesma ideologia.
E sabendo que tem arma,
Ficarão cheios de ousadia.

Certamente vão ameaçar
A quem com eles brincar.
Eu penso que não funciona,
Na verdade descontrolará.

Há quem se julga Doutor,
E faz grande barbaridade
Que aqui na roça não há
Essa tamanha maldade.

O ser humano é assim,
Cobra, cobra do irmão,
Enquanto em sua casa
Exige uma boa proteção.

Desarmamento desse jeito
Vai favorecer a quem?
Eu tendo dinheiro e Alvará,
Terei e darei para alguém.

Mário Querino – Poeta de Deus

JUAZEIRO DO NORTE 100 ANOS

Pesquisada no Google
Eu sou um bom baiano
E tenho sangue cearense,
Já faz muitos anos
Que meu antecedente.

Deixou a grande cidade,
Contudo, ele tinha dito
Que morria de saudade
Do amigo Padre Cícero.

Hoje tenho contemplado
Essa tão grande cidade,
Que já tem aumentado
A minha grande vontade

De conhecer a terra natal
Do meu querido avô,
Que deixou sentimental
E lá nunca mais voltou.

Eu peço ao Padre Cícero
Uma bênção especial,
Através do meu escrito
Tão singelo e emocional

Eu possa visitar o Ceará
E os patrícios do meu avô
Que permaneceram lá
Sofrendo saudade e dor.

Juazeiro do Norte estará
Completando 100 Anos,
Por isso o Poeta já está
Neste cantinho baiano

Escrevendo esta poesia
Para congratular com amor,
Virtude e muita alegria
A querida terra de seu avô.

Se Deus quiser ainda vou
Visitar com muita precisão,
As cidades do Ceará,
Que são partes do coração.

Quero aproveitar o ensejo
E o bom espaço também,
Para enviar milhões beijos
E meus sinceros parabéns

À cidade do Padre Cícero,
Que é uma terra abençoada
Pelo Senhor Jesus Cristo,
E hoje vejo muito visitada

Por uma grande multidão,
Que carrega o capricho
E tem uma forte devoção
Pelo amigo Padre Cícero.

Mário Querino – Poeta de Deus

ELE VAI TER ESSE PRIVILÉGIO


Poeta - Mário Querino
Hoje eu quero falar
Um pouco de mim,
Não sei se devo começar
No principio ou no fim.

Porém, é melhor buscar
O meu passado,
E então rabiscar
Com muito cuidado.

Quando eu tinha 7 anos,
Ainda eu muito criança,
Vivia neste cantinho baiano
Cheio de esperança.

Então minha mãe comprou
Um livro chamado ABC,
E numa escola me matriculou
Para eu aprender a ler

E a escrever também.
Foi uma grande emoção
Como ninguém
Já sentiu no coração.

No primeiro mês
Aprendi o Alfabeto,
Obviamente eu ganhei
De Deus este mérito.

Então fui crescendo
Na escola e na roça,
Meu pai foi percebendo
As minhas mãos grossas.

Quando cheguei aos 10 anos,
Eu estava bem desenvolvido,
Apesar de não ter planos
Já trazia no sentido

De ser um bom Doutor,
E assim continuei
Pedindo ao Senhor
Tudo que eu desejei.

Aos 14 anos de idade,
Minha Professora Hilda
Mudou-se para a cidade
E me deu uma chance na vida.

Ela falou com o meu pai
Pra colocar-me num colégio.
Então ele respondeu: “Ele vai
Ter esse privilégio!”

E assim tudo deu certo,
Eu fui para a cidade,
Não era tão perto,
Mas tinha a oportunidade

De voltar à minha casa
Todo o final de semana,
Sentia uma saudade danada
Mas pensava na fama

Que tem um Doutor.
E assim passei 4 anos
Pensando em curso superior
Neste cantinho baiano.

Quando completei 18 anos,
Fui para São Paulo,
Deixei meu cantinho baiano
E fui encher as mãos de calos

Trabalhando em construção,
Cavando valeta,
Empurrando carrinho de mão,
Esquecendo-se da caneta.

Como não consegui nada
Em terra estrangeira,
Voltei para casa
Em minha Bananeiras.

Passei um tempo agoniado
E fui para Salvador,
Novamente deixei meu Povoado
A fim de ser um Doutor.

Mas em Salvador não deu certo,
Voltei de novo para casa
E fiquei inquieto
Sem fazer quase nada.

Um dia me desesperei
E fugi para São Paulo,
Fui preso e apanhei
E com a solidão me deparo.

Quando saí da prisão
Fiquei perambulando nas ruas
E quando chegou a escuridão
Iluminou-me a lua.

No dia seguinte eu saí
Pelas ruas atordoado,
Entrei numa casa e vi
O meu amigo Everaldo.

Lá fui bem recebido,
Ganhei roupa e calçado,
Lembrei-me do filho perdido
Que Jesus tinha falado.

Passei um tempo por lá,
Depois voltei para Bananeiras,
Meu querido lugar
Que amarei a vida inteira.

Quando completei 26 anos,
Arranjei um casamento
Neste cantinho baiano,
Para o meu contentamento.

Então perdi a esperança
De ser um Doutor,
Às vezes trazia na lembrança
Mesmo sendo um lavrador.

Depois que ganhei 2 filhos,
Arrumei um trabalho
Que foi um grande brilho
E quebrou meu galho.

Foi um passo na minha vida
E renasceu a minha esperança,
Que ainda está mantida
Com fé, amor e confiança.

Então voltei a estudar
E fiz o curso de Magistério,
Agora penso em continuar
E alcançar o que eu quero.

Hoje me sinto muito feliz
E cheio de alegria,
Não levo em conta o que fiz
No tempo de minha agonia.

Mário Querino – Poeta de Deus

AS MAIS LINDAS FOTOS

Brad Galvão

Poeta - Mário Querino

Eu já quero começar feliz
Postando em meu Blog.
E por isso agora eu quis
Realizar um Álbum nobre.

E escolhendo muito bem
As mais belas fotografias,
Formo o Álbum também
Com paz, amor e alegria.

Então, eu selecionei estas
Maravilhosas fotografias
Da terna família do Poeta
Que escreve boas poesias.

Agora eu estou postando
O Poeta já escrevendo
Maria José e Brad Galvão
E sua esposa segurando
O Brad que estão vendo.

Seus filhos, Alejandro Cis
E Acaz Ido e nora Vanessa.
É um Álbum muito feliz
E que o amor permaneça.

Estas são as lindas figuras
Abençoadas pelo Divino.
É a família que procura
O amor de Mário Querino.

Veja o Brad e a Maria José,
São duas pessoas amadas
E o Senhor Jesus de Nazaré
Ilumina a sua boa estrada,

Alejandro Cis
Não deixa faltar o carinho
Para com esta boa família.
Brad é o grande xodozinho
Que opera uma maravilha!

Veja meu filho Alejandro Cis,
Minha amada nora Vanessa
E meu netinho Brad tão feliz!
Que o Senhor Jesus enalteça

Cada dia esta linda família,
Que o amor continue assim
Conduzindo-a na boa trilha,
Vanessa
Hoje, amanhã e até ao fim.

Este é o meu filho Acaz Ido,
Que também é bem amado.
Muita felicidade tem trazido
E sempre tem nos honrado.

Graças a Deus que o meu lar
É realmente bem afirmado.
Minha esposa ama trabalhar
E meus filhos são educados.

A minha nora é excepcional
Acaz Ido


E meu netinho é um amor.
Deus concedeu dom especial
Ao Poeta que na Terra criou.

Mário Querino – Poeta de Deus

Poeta - Mário Querino











Gato Baldinho
Brad Galvalo

Brad Galvão                                                                                 



                                     



Brad Galvão



POR INTERMÉDIO DO BLOG

Poeta - Mário Querino
Chegando aos 300 títulos
Postados no Blogspot,
Fico muito feliz com isso
E me acho um Poeta forte.

Espero que no mês de julho,
Apareçam mais novidades,
E o mundo tenha orgulho
De ler estas realidades.

É motivo de muita alegria,
Saber que o Blogspot está
Divulgando estas poesias
E sem nada me cobrar.

Este favor que o Blogspot
Está me fazendo agora,
Deixa-me repleto de sorte
E me motiva toda hora.

Foi muito bom conhecer
Este meio de comunicação.
Hoje tenho alegria e prazer,
Paz e amor no coração.

Sempre aproveito o tempo
Para redigir uma poesia,
Posto com contentamento
A qualquer hora do dia.

Eu dou graças a Deus
Por esta boa Internet,
Que ama o coração meu
E jamais me esquece.

O Blogspot já tem feito
Algo muito excepcional,
E com o seu bom jeito
Levanta o meu astral.

Tem muitas coisas boas,
E basta a gente querer
Partilhar com as pessoas
Algo de bom para o viver.

O que depender de mim,
A Terra terá muita alegria,
E vai existir até ao fim
Minhas modernas poesias.

Eu sempre procuro inovar
A maneira de escrever,
Para o leitor se amarrar
No bom hábito de ler.

Mas como sou um pobre
E não posso editar livros,
A boa publicação do Blog
Tem então me favorecido.

Acredito que tudo faz
Parte dum procedimento,
Que o homem é capaz
De redigir pensamentos.

E o melhor meio que eu
Encontrei para propalar
Os ternos versos meus
Para o mundo observar,

Foi esta amiga Internet,
Que leva minhas poesias
Ao fã planeta terrestre
Com veemência e alegria.

Hoje tenho grande prazer
De redigir versos nobres
Para todo mundo ler,
Por intermédio do Blog.

Isso faz com que a vida
Tenha o gosto de existir,
Por ser bem sucedida,
Com o direito de refletir,

De fazer com a liberdade
Tudo que vê no mundo
E sem fugir da realidade
Que vive a cada segundo.

Deus abençoa o Blogspot
E dá paz a vida inteira,
Revela o segredo da sorte
Ao Poeta de Bananeiras.

Agora quero congratular
Com muita precisão,
Ao Blogspot que já está
Fazendo boa publicação

Da famosa e rara Arte
De redigir bons versos.
Que todo mundo ache
O Blogspot um sucesso.

Mário Querino – Poeta de Deus