quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

TODAS AS PALAVRAS SÃO VERDADES?

Poeta Mário Querino 28/02/2018



Alguém assim perguntou:
“As poesias são verdades?
E tudo que você escreve,
De fato, é uma realidade?”


Tranquilamente eu ouvi
A indagação de alguém,
E respondi francamente:
Não vou induzir ninguém,


Porém, todas as palavras
São realmente, verdades
Para aqueles que creem.
Porque na realidade


O que falamos já existe
No Dicionário, e se não
Existir, já passa a existir
E faz parte da publicação.


Se eu expor uma mentira
E você então acreditar,
Para você é uma verdade,
E ninguém vai lhe tirar


Da cabeça essa palavra,
Pois acha que é verdade
Por crer e vê um motivo
Para dar a credibilidade.


Por isso muitos não leem
A Bíblia Sagrada,
Porque, realmente não
Aceitam como a Palavra


Do Senhor nosso Deus.
Então, para esses ela é
Completamente ficção,
Só examina quem tem fé.


Quando pego um livro
E começo a ler e acho
Que não é verdade,
Prossigo sim, mas passo


A ver tudo diferente.
Leio sim como literatura
E não como a verdade,
Mas muitos fazem leituras


Achando que é verdade.
E quem sou eu para dizer
Que é uma mentira,
Se nessa palavra ele crer?


Então todas as palavras
São verdades sim,
Para aqueles que creem,
Ainda não sendo pra mim.

Mário Querino – Poeta de Deus

QUANTO MAIS FOR IMPOSSÍVEL, DEVEMOS MAIS INSISTIR

Poeta Mário Querino 28/02/2018



Quando tentamos algo
E achamos impossível,
O Senhor Deus age bem
E faz a obra inesquecível.


Eu tentando postar
Poesia no Facebook
Pelo bom celular, passei
Muito tempo. Que custe


O tempo que custar,
Quando quero, insisto,
Deus vê a persistência
Do Poeta deste Distrito,


Tem grande compaixão
E mostra uma saída.
Daí a coisa acontece
E ficamos felizes da vida.


Tudo pode ser possível
Para aquele que crê.
Ora, por muito insistir
Consegui o melhor fazer.


Agora percebi que não
Há nada difícil na vida,
Quando queremos fazer,
Se não achamos saída,


Devemos procurar ajuda
Pois no mundo alguém
Pode nos ajudar, é claro.
Se achar que não tem


Um orientador aqui,
No meu Distrito, devo
Pesquisar na Internet,
E o saber é o mesmo


Ou até melhor sim.
Porque quem faz vídeo,
Já faz bem consciente
Para exibir aos amigos.


E não ficamos irados,
Com o mestre que acha
Que não aprendemos,
Perde o gosto e passa


A nos chamar de burros,
Talvez, não em voz alta,
E sim, no pensamento.
Na Internet a gente passa


A vida toda persistindo
Até aprender algo.
Assim vive pensando
E estudando sossegado


O Poeta Mário Querino.
E para concluir a poesia,
Já consegui postar texto
Por via celular neste dia.

Mário Querino – Poeta de Deus





FEVEREIRO DE 2018 SE VAI PARA NUNCA MAIS VOLTAR, MAS VALEU A PENA OS SEUS DIAS

Poeta Mário Querino 28/02/2018



Hoje já são 28 de fevereiro,
Último dia do reduzido mês,
Eu trabalhei o mês inteiro,
E muitas coisas o Poeta fez.


Claro, ainda vai fazer nestas
Horas que ainda faltam sim,
De fato, ainda nos restam
18 horas para chegar ao fim


Do bom mês de fevereiro.
Deus já tem nos abençoado
E confesso o tempo inteiro
Que findo o mês agraciado.


Então é causa de dar glórias
Por este mês que se passa,
Porque somente tive vitórias,
E em todos os dias tive graça.


Agora, mês de fevereiro,
Já me despeço com alegria,
E passarei o tempo inteiro
Sem mais ver os seus dias.

Mário Querino – Poeta de Deus

  

AONDE NOS LEVA UMA FOFOCA?

Poeta Mário Querino 28/02/2018



Eu fiz uma observação
No Sistema Fofoqueiro,
E vi que, até na religião
Há fofoca o dia inteiro.


Muitos pregadores sim,
Levam a Palavra de Deus,
Mas fofocam até o fim,
Percebi no estudo meu.


Mesmo evitando fazer
Uma fofoquinha ali, faz.
Ainda condenando, ver
Que fofoca até demais.


E como evitar a fofoca?
É se aproximar da pessoa
Que mais na vida gosta
E aconselhar numa boa:


“Amigo, vejo você errado
Fazendo isso nesse lugar,
É melhor ficar afastado,
Pois assim você vai acabar


Tudo o que você adquiriu
Com labor e dificuldade.
Ora, meu coração sentiu
Desejo de falar a verdade,


Pois Jesus Cristo te ama
E quer te dar vida plena.
E agora Ele já te chama
Para te tirar do problema


Que você está passando.”
Mas fazem ao contrário,
E já estão me mostrando
Que o boato é necessário.


Alguém passa pelo amigo
E não lhe fala nada não,
Mas, longe do indivíduo
Se depara com um irmão


E já fofoca tudo que viu:
“Irmão, irmão... O cara ali
Estava bebendo e sentiu
Uma tontura forte e caiu


No chão, o cara trabalha
A semana inteira e joga
Fora, amigo, ele não falha
Um dia de usar a droga


Dessa cachaça. Meu Deus,
Que cara viciado, não é?”
Se esse irmão de fé seu
Ouve sim Jesus de Nazaré,


Indaga: “Por que você não
Foi lá e aconselhou bem
Para ele sair desse balcão
E evitar a queda também?


Os que são lúcido deve
Aconselhar essa gente
Então, agora, você leve
Um conselho inteligente


Para o nosso bom amigo
Que bebe feliz no bar.”
Há religiosos conhecidos
Que sabem muito fofocar.


O cara está feliz da vida
Sim, bebendo e fumando,
Com amigos e amigas,
Nada eu estou gastando,


Por que eu vou fofocar
Para o meu irmão de fé
Ou amigo que bem está
Com Jesus de Nazaré?


Se eu puder ajudar sim,
Que eu lhe ajude bem.
Mas se não cabe a mim,
Por que ficarei também


Fofocando? Isso é gosto
De cada qual, faz parte
Da vida, tenho me posto
Bem, não para destaque,


Mas para viver melhor.
Se eu não puder ajudar,
Quem vive ao meu redor,
Claro, não preciso fofocar.

Mário Querino – Poeta de Deus

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

POR QUE O SER HUMANO SOFRE QUANDO JOVEM E NÃO FAZ ALGO ERRADO, MAS QUANDO JÁ VELHO SEM NECESSIDADE COMETE TANTA INJUSTIÇA?

Poeta Mário Querino 27/02/2018



O que me atrela atenção
Neste mundo civilizado,
É alguém passar precisão
Quando novo, e de grado


Se deixa ficar radiante.
Por que sofre e não tem
A força de atuar errante,
E depois de velho vem


Praticar tantos delitos
Que o mundo inteiro,
Incluindo meu Distrito,
Pensa no falso dinheiro,


Que sempre faz indução,
Que até mesmo Doutor
Se deslumbra em milhão
Que pra tê-lo não ralou?


É claro, faz crescer sim
Os olhos da pessoa,
Ainda cônscio de um fim
Que não será coisa boa.


Tenho essa ideologia:
Se eu só posso comer
Apenas um pão por dia,
De 25 centavos, por quê


Eu vou querer 1 milhão
De reais, ainda injusto?
É claro, o meu coração
Passará por decepção.


Então eu vejo que seja
Um tempo perdido
Da pessoa que almeja
Um viver enriquecido


E quando se torna rica,
Não poderá usufruir,
E é detido pela Justiça
No tempo em dormir


Sossegado, comer
À vontade, ser liberto,
Andar feliz até ao fim
De cabeça içada, perto


De sua família: mulher,
Filhos, noras, netos, ou
Bisnetos que com fé
Já são filhos de Doutor.


Qual foi o bom proveito
De tanta riqueza ilícita,
Que agora é sujeito
Ficar a critério da Justiça?


Não, só quero que o pão
Nunca me falte um dia.
Que eu tenha razão
De comê-lo com alegria.

Mário Querino – Poeta de Deus     

DISTRITO DE BANANEIRAS 27/02/2018

Eu sempre ando me policiando. Por isso já peço a Justiça, que, caso, eu precisar ser condenado, não reduza a minha sentença nenhum segundo, porque todo crime ou delito que eu com esta consciência que tenho agora, cometer é lícito eu pagar o preço merecido. E digo: Dinheiro nenhum no mundo comprará a minha consciência. É óbvio, posso me arrepender, pelo ato praticado, mas eu devo pagar o preço para que, por Deus eu seja perdoado. Assim é muito bom, dever 10 mil e pagar somente 1 e pouco. Qual é o cliente que não quer tomar emprestado nesse Banco? Por isso que a coisa não funciona, o homem deve e não quer pagar o preço determinado pelo credor. Porém, lá no final das Contas, daí vai pagar tintim por tintim, o cliente será julgado com Justiça e o credor também prestará contas do valor que não recebeu, é preciso mostrar aonde ficou essa diferença.

Mário Antônio Querino da Silva - Escritor de Cristo

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

QUAL É O MAIS CERTO? É VIVENDO E APRENDENDO OU É MORRENDO QUE SE APRENDE?

Poeta Mário Querino 26/02/2018


Eu gosto de ideias novas,
Porque me traz resultado,
E sobre isso tenho provas
Do que já vivi no passado.


Minha mãe ao observar
Algo que lhe desse lição,
Ela gostava de comentar
Neste cantinho do sertão.


Então ela sempre dizia:
“É vivendo e aprendendo.”
Ora, isso também eu dizia
E ainda venho dizendo.


Contudo, eu já aprendi
A querer mudar o ditado.
Então depois de refletir
Adágios dos antepassados,


Agora eu digo algo novo:
“É morrendo que se aprende.”
Porque havia entre o povo
Tudo isso que se entende:


Um senhor precisou morrer
Para o adágio ser criado.
Não tinha vela, o quer fazer?
Um conterrâneo apressado


Foi ao fogão e pegou brasa,
Botou na mão do senhor
Que morria naquela casa.
Daí ele sentindo muita dor


Disse: “É morrendo e aprendendo.”
Gostei desse adágio e vou
Viver sempre lhe dizendo,
Como disse o amigo senhor.


Mário Querino – Poeta de Deus 

domingo, 25 de fevereiro de 2018

POETA MÁRIO QUERINO PASSOU PELA PRAÇA DA IGREJA DO DISTRITO DE BANANEIRAS E SE ENCANTOU COM A ARTE DO AMIGO E CONTERRÂNEO CARDIM, QUE ESTAVA EXPOSTA



Às 20 horas eu vinha
Do labor voluntário,
Ao chegar na praça,
Vi que era necessário


Eu fotografar a arte
Do meu conterrâneo
Cardim, que feliz faz
No cantinho baiano.



O Templo Católico já
Estava aberto e o povo
Rezando lá dentro,
Como achei algo novo,


Na frente do Templo,
Quis fotografá-lo sim
Para poetar contente,
Tudo tintim por tintim.


Mário Querino – Poeta de Deus 

Poeta Mário Querino 25/02/2018
  


POETA MÁRIO QUERINO RECEBE PALAVRA DE PODER NESTA MADRUGADA DE DOMINGO (LC 10. 17-20)

Poeta Mário Querino 25/02/2018


Hoje, depois das 5 horas
Me levantei para orar.
Daí quando eu terminei
A oração fui examinar


As Escrituras Sagradas.
E abri no livro de Lucas
Que citou com poder
E minha alma escuta:


“Então, regressaram
Os setenta, possuídos
De alegria, dizendo:
Senhor...” Percebido


Este grande poder,
Hoje, entendo que é
Melhor ouvir o Senhor
Jesus de Nazaré


Dizendo que o meu
Nome está sim alistado
Nos céus, do que eu
Me exaltar por ter expulsado


Demônios aqui na Terra.
Pois tudo isso quem faz
É o Senhor Deus,
Quando fé a gente traz...


Mário Querino – Poeta de Deus 

sábado, 24 de fevereiro de 2018

GOVERNO INTELIGENTE NÃO SEGUE IDEIAS DO PASSADO, ELE TOMOU POSSE VISANDO O FUTURO

Poeta Mário Querino 24/02/2018


Às vezes eu fico notando
O procedimento do povo,
Quer manter o Sistema
Velho num Governo novo.


Eu analisando costumes
Que o povo quer ter
Na sociedade moderna,
A qual eu já posso ver


De uma forma diferente
Ao mudar o seu chefe,
A expectativa do povo
É que ele se apresse


Para melhorar o Sistema.
Porém o povo não quer
Entender que é preciso
Fazer mudança na Lei, é  


Lícito que isso aconteça,
Porque chefe... Não vai
Seguir ideias do passado,
E seguindo fica para trás.


O povo deve entender
Que trocando o Governo,
Em tudo ele pode mexer,
Senão, qual é o segredo


De uma precisa mudança?
Como estou sendo Poeta,
Poderia então dizer:
Segue ação de robô essa


Forma de chefe pensar,
De falar e de agir.
Quando meu pai era chefe,
Eu sempre lhe obedeci.


Mas quando eu passei
A ser chefe, mudei sim
O meu modo de pensar,
E tudo é novo para mim.


Eu mudei os costumes
E uso novas estratégias
Para ter uma casa bem
Organizada que enxerga


Completamente o povo.
Ao mudar um Governo,
É preciso mexer na Lei,
Senão, ficará o mesmo,


E que proveito o povo
Teve na cogente mudança?
O povo deve entender
Que uma nova liderança


Precisa modificar normas,
Senão, não valeu a pena,
E tudo continuará assim,
Com os mesmo problemas.


Mário Querino – Poeta de Deus 

O QUE FAZ UMA PESSOA SUPERAR UM PROBLEMA MENTAL?

Poeta Mário Querino 17/01/2019 Alguém indagou assim: “O que fez você superar O seu problema mental Que teve que encarar?” ...