DEUS AGE COM JUSTIÇA

Poeta Mário Querino 22/10/2015


Uns amigos desconhecidos
Chegaram com um carro,
De fato, com som bem alto
Que igual a esse, aqui é raro.


Então comecei a solicitar
Ao Senhor Deus bem assim:
Senhor, que eles parem,
Que este barulho tenha fim


E deixe esta rua em paz,
Há muitas pessoas idosas,
Outras assistindo televisão,
Outras nas igrejas piedosas


E tem muitas crianças sim,
Que estão se incomodando
Com este barulho, Senhor.
E assim eu fui solicitando.


Logo após que eu solicitei
O Senhor tocou em mim
E fiquei então pensando:
Eu não posso pedir assim,


Porque o povo de Deus
Também faz grande zoada,
A ponto da vizinhança
Ficar também incomodada.


Porque o nosso barulho,
Obviamente, incomoda
Pessoas que não gostam
Da Palavra que nos inova


E deixa a vida arrumada.
Então eu assim pensei:
Deus, deixe eles à vontade,
A minha porta trancarei.


Quando perderem o gosto,
É óbvio, irão se embora
E eu ficarei bem sossegado
Com a paz e grande vitória.


Mário Querino – Poeta de Deus 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MÁRTIR TIRADENTES

ADOLESCÊNCIA DE MARIA JOSÉ

DIA MUNDIAL DA SAÚDE