terça-feira, 13 de outubro de 2015

O ASPECTO SEMPRE ENGANOU O INEXPERIENTE

Poeta Mário Querino 13/10/2015


Numa pequena cidade
Um sábio fazia visita,
Nunca ia com vontade,
Era uma pessoa ilícita,


Ia só por um interesse.
Naquela cidade morava
Um tolo, fino como esse,
Outro não se localizava.


Um dia o sábio e colega
Numa moto daquela...
Daí então o sábio pega
Num dos freios e acelera.


Então o pneu traseiro
Ficou patinando no chão.
O tolo via o tempo inteiro
A irônica apresentação,


Porém, não falava nada.
O sábio comentou assim:
“Estás vendo camarada?
A coisa aqui está ruim.”


O tolo falou com ironia:
“Libera o pneu dianteiro
E para com essa agonia
Meu bom companheiro!”


Daí o colega empurrou
A moto e a moto se foi.
Aquele tolo nem ajudou,
Somente anotou depois:


“Isso jamais me interessa,
Nem me chama a atenção,
Poderia ter uma pressa
Pra pegá-lo caído no chão.”



Mário Querino – Poeta de Deus   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COM ARMA OU SEM ARMA MORRE, PRA QUE GASTAR DINHEIRO SUADO EM ARMAS E ESCOLA DE ATIRADOR?

Poeta Mário Querino 21/01/2019 Eu vendo a propaganda Sobre as armas no país, Eu achei muito bacana, Porém, meu coração diz...