O TEMPO NÃO DÁ TEMPO

Poeta Mário Querino 28/03/2017


Contemplando o tempo
Vejo que está passando,
Fico a todo o momento
Atarantado e pensando:


“Senhor, o meio do ano
Já está bem próximo
E algo está me faltando,
Como alcançar eu posso,


O tempo não dá tempo
Eu chegar com vigor?
Se no exato momento
Pensando eu já estou


Na minha falta de força?
Meus dias se avançam,
A oportunidade é pouca
E esta batalha me cansa


Por eu já ser um idoso
Ou de idade avançada?”
Devo ser esperançoso,
Ainda com a lida pesada.


Porém, não há vitória
Sem a perseverança.
Eu não tiro da memoria
Desde o tempo de criança


Almejo de receber troféu.
Se eu não alcançar agora
Espero ganhar no Céu
No tempo e na boa hora.


Em que Deus me chamar
Pelo meu próprio nome.
Então eu tenho que lutar
Na Terra como homem


Que nasce, cresce e está
Na batalha para vencer
Sem desistir e desanimar,
Até o tempo de morrer.

Mário Querino – Poeta de Deus

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MÁRTIR TIRADENTES

ADOLESCÊNCIA DE MARIA JOSÉ

DIA MUNDIAL DA SAÚDE