sexta-feira, 24 de março de 2017

QUEM OUSA AFIRMAR QUE NÃO MENTE?

Poeta Mário Querino 24/03/2017


Um senhor criticava
Quem falava mentira.
Ele muito condenava
Mas um feliz dia tira


Um tempo sim para
Pensar no comércio
Que alegre esperara
Fundar com sucesso.


Quando estava bem,
Crescendo a vontade,
Lá chegou alguém
Com muita vontade


De comprar bastante.
Daí alguém indagou
Ao senhor comerciante:
“Gostei disto, e o valor?”


O senhor que odiava
Alguém falar mentira,
Disse a quem desejava:
“Custa X” O senhor tira


Mais um pouco o preço?
Inquiriu o comprador.
Isso foi grande aperto
Ora, para aquele senhor


Que odiava mentiroso.
Porém, ele respondeu:
“É o que vendo ao povo,
Este preço a firma deu,


Não ganho nada não,
Passo para você sim
O mesmo valor, irmão.
Acredite em mim.”


Agora assim pergunto:
Um comerciante forte
Falando dum assunto
Que entra em choque


Com a sua ideologia,
Não dá a entender
Que o que ele dizia
Era mentira, pra vender?


Qual é o comerciante
Que compra mercadoria
Num valor ao despachante
E vende à sua freguesia


Pelo mesmo valor?
O certo seria ele dizer:
“O preço é este senhor,
Menos não dá pra fazer.”


Quem mais condena
Vive fazendo cincadas
E é merecedor de pena.
Jesus não condenava,


Ele fazia seu chamado
Para a pessoa aprender
E renunciar o errado
Para melhor aqui viver.


Então, quem diz que
Não mente, já mentiu.
E deve se arrepender,
A mentira sempre fluiu.


Mário Querino – Poeta de Deus  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A PESSOA JÁ NASCE COM A INTEGRIDADE, ASSIM DIZIA A MINHA MÃE GILDETE

    Mário Querino 14/08/2020 Quando um homem é Honesto, ele já nasceu Com a sua integridade Pra ser varão de Deus.   Então, nã...