SE ESCREVEMOS PARA ALGUÉM LER E USAR, NÃO É PLÁGIO. SE FOR, DEIXE NA GAVETA COM SETE CHAVES


Poeta Mário Querino 22/03/2017


Alguém estava falando
Sobre plágio e o amigo
Inquiriu por curiosidade:
“Eu já tenho construído


Uma frase, mas alguém
Já tem ela registrada,
Neste caso, uso plágio
Se deixá-la divulgada?”


Daí alguém comentou:
“Você acha que é nova,
Porém, alguém já citou,
Esse alguém tem prova.


O amigo replicou assim:
“Mas nunca ouvir falar.”
Alguém insistiu: “Você
Não se lembra, mas está


No seu consciente sim.”
Então criei uns versos
Sobre o teor que incidia
E foi um grande sucesso:


“Estou muito contente
Ouvindo esta discussão,
Alguém usou esta frase
Que cito agora irmãos?”


Alguém fica titubeando
E depois disse: “A poesia
É assim do momento,
Mas você já leu um dia


Para aprender versos
E saber usar as palavras.”
Então eu comentei sim:
Assim ninguém faz nada,


Até quem registrou frase,
Foi copiada de outro sim,
E usou plágio também.
Alguém olha para mim


E balança a sua cabeça,
Após comenta: É certo,
Ora, assim, nada é novo.
Siga com seus versos...”


Mário Querino – Poeta de Deus 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MÁRTIR TIRADENTES

DR. FELIPE PALESTROU NO COLÉGIO MUNICIPAL DO DISTRITO DE BANANEIRAS

LIVROS DOADOS POR RONIWALTER JATOBÁ CHEGARAM HOJE AO COLÉGIO DO DISTRITO DE BANANEIRAS EM PAZ