O TEMPO PASSA E A GENTE APRENDE A VIVER

Poeta Mário Querino 22/02/2017


Hoje peguei o espelho
E me achei um alheio
Quando vi o meu rosto.
Minha barba já branca,
O aspecto de carranca
Com rugas e chocho.


Vejo que já completo
Os 55 anos com sucesso
Entre lutas e vitórias.
Por isso olho para o Céu,
Tiro o meu velho chapéu
E para Deus dou glórias.


Na verdade me dói tudo,
Mas eu faço bom estudo
Para não perder nada.
Minha consciência está
Limpa e sem me acusar,
Assim sigo esta estrada.


Sei que um dia vou parar,
Pois meu corpo não dará
Para ir mais avante.
Mas o que eu já passei
E gritos de vitória eu dei,
Já me acho importante.


Quando olho para trás,
Vejo que não dá mais,
Para ficar contemplando.
Porque só vi sofrimento,
Paixão sem fundamento
Neste cantinho baiano.


Hoje esqueço o passado,
Vou avante com cuidado
Para não apanhar 2 vezes
No mesmo beco.
Agora eu já tenho apreço
Por ter comigo vocês.

Mário Querino – Poeta de Deus  


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MÁRTIR TIRADENTES

LIVROS DOADOS POR RONIWALTER JATOBÁ CHEGARAM HOJE AO COLÉGIO DO DISTRITO DE BANANEIRAS EM PAZ

SEPULTAMENTO DE GILMÁRIO (PICHOLA) FOI REALIZADO DEPOIS DAS 17 HORAS NO CEMITÉRIO DA PAZ DO DISTRITO DE BANANEIRAS