POETA MÁRIO QUERINO FAZ RECICLAGEM PARA ECONOMIZAR O DINHEIRO PÚBLICO



Graças ao Senhor Deus
E o apoio da Diretora,
Que tudo certo deu,
No jardim há molhadora

Que alivia o meu labor.
É só pôr a mangueira
Com regozijo e vigor
No biquinho da torneira,

Que a água molha bem
Quase todas as plantas.
Júbilo meu coração tem
E o jardim nos encanta.




Precisei de alguns pivôs
Para molhar melhor,
Mas Deus me orientou
E me mostrou ao redor

Uns palitos de Kibon
Para eu utilizá-los bem.
Usei e achei muito bom,
Dá pra manter também

A grana da Prefeitura
Que gastaria nos pivôs.
Essa grana se segura
Para fazer outro labor.




O que eu puder fazer
Em prol da entidade,
Economizo com prazer,
Para investir na cidade.

Pra todos vê-la bonita
E achar o Gestor justo.
Certamente os turistas
Veem o dinheiro público

Bem utilizado sim.
Então faço reciclagem
E fica bem o jardim
Com esta criatividade.


Mário Querino – Poeta de Deus 

Poeta Mário Querino 06/02/2017

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MÁRTIR TIRADENTES

ADOLESCÊNCIA DE MARIA JOSÉ

DIA MUNDIAL DA SAÚDE