LIVRO DE JÓ JÁ FOI LIDO POR POETA MÁRIO QUERINO

Poeta Mário Querino 15/08/2017


Hoje eu já tive a graça
De concluir a leitura
No Livro de Jó, o qual
Fortaleceu a postura


Que sempre busquei
Neste pé de serra.
Percebi no Livro de Jó
Uma paciência na Terra.


Agora ao ouvir falar
“Ele tem paciência de Jó.”
Ora, vendo o conteúdo,
Não creio um tintim só.


Pois Jó chegou ao limite,
Penso que neste Planeta
Não viverá mais homem
Que tenha essa cabeça,


Ou melhor, a mente
Para sofrer tanto assim
E ter força para reagir,
Dobrar a fortuna no fim


Das dores e sofrimento,
Descaso e perda de tudo.
Hoje alguém teria logo
A depressão. Fiz estudos,


Não tão profundo assim,
Mas vi tintim por tintim
E penso que no Planeta
Não existirá outro assim.


Ao falarmos da paciência
De Jó, alguém pode achar
Que é ironia do amigo
Que consigo quis objurgar.


O Livro de Jó é poético
E em ordem Bíblica,
Ele está em primeiro
Lugar. E é o que indica


A paciência dum homem
Que chegou ao extremo
E a Palavra de Deus
Não está mais dizendo


Que houve outro ser
Com a paciência de Jó.
Ao referir paciência,
Se surgir outro, melhor.


Pra aumentar minha fé
E do povo que assiste
Tamanha dor e angústia.
Sei que agora não existe


Nem existirá argumento
Pra comparar com a dor
Que Jó passou na Terra,
Sem blasfemar ao Senhor.


O autor de Jó é ignoto,
Acredita-se que Eliú
Pode tê-lo escrito o livro,
O qual li em Pindobaçu.


Agora continuarei sim
Lendo os livro poéticos.
Desta vez lerei os Salmos
E entendimento já peço


Ao Senhor Deus e Pai,
Que abra a minha mente
Para que eu desenvolva
Também meus repentes.


Mário Querino – Poeta de Deus  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MÁRTIR TIRADENTES

ADOLESCÊNCIA DE MARIA JOSÉ

DIA MUNDIAL DA SAÚDE