SONHO DO POETA MÁRIO QUERINO TRAZ BOM EXEMPLO DE PORTEIRO LÍCITO

Poeta Mário Querino 20/08/2017


Nesta noite eu sonhei
Que estava na entidade,
Lidando como Porteiro,
Com dom e capacidade,


Fé, amor e boa virtude.
E logo uma Professora
Foi saindo juntamente
Com aluna auxiliadora.


Mas eu, como Porteiro,
Peguei no braço e puxei
Para essa aluna ir buscar
A autorização, pois é Lei


E norma dessa entidade.
A Professora ficou irada,
E voltou com sua aluna
Que sempre lhe auxiliava.


Depois de um bom tempo,
A Professora saiu sozinha.
Então o Porteiro indagou:
“Cadê aquela mocinha,


Que ia saindo contigo?”
A Professora assim falou:
“Ela não vai não.” Irada,
Murmurou, murmurou...


Foi sozinha sem ninguém.
Dá a entender ao leitor
Deste texto poético
Que o Porteiro não levou


Em consideração o título
Que a Professora tem,
Mas o cumprimento sim,
Da norma para lidar bem.


Se essa aluna não saiu
Após falar com o Diretor,
Por não ser autorizada,
A Professora irada ficou.


Mas o Porteiro tem razão,
Pois recebeu uma ordem:
“Ninguém sai sem o ofício,
Nem com o Diretor pode...”


Como o Porteiro é louco,
Não tem medo de perder
O seu emprego fazendo
Justiça, Deus dá o poder


De ele não deixar sair
Ninguém sem o oficio.
Dá a entender que no Céu
O Porteiro deve ser lícito,


Quem entrar não sairá,
E que estiver de fora,
Também entrar não vai
Antes de chegar a hora.


O Porteiro não considera
Amizade, parentesco,
Nem também propina,
Só entra quem tem direito.


E quem entrar não sai
Mais para pegar nada
Que se esqueceu lá fora,
Se vigie antes da entrada.


Daí eu pus o cadeado sim
No portão e fui à cozinha.
Lá pedi um copo de água,
A cozinheira estava sozinha


E o Diretor lhe auxiliando.
Pois as suas auxiliares não
Entraram nessa entidade,
Não sei qual foi a razão.


Porque não chegaram não
No portão nesse dia.
Como o Diretor era humilde,
Auxiliava bem com alegria.


Tudo ocorreu muito bem,
Onde tem Diretor sabido,
Humilde e de boa vontade,
O trabalho é bem-sucedido,


E todos produzem com fé,
Amor e cumprem as regras.
Ninguém passa adiante,
E faz o que o Diretor delega.  


Me acordei e me levantei
As 4 horas e 5 minutos.
Agora me interessei sim,
Descrever para o público


O resumo do meu sonho.
Pois achei interessante
E vou agora compartilhar,
Eu noto que é edificante.

Mário Querino – Poeta de Deus


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MÁRTIR TIRADENTES

ADOLESCÊNCIA DE MARIA JOSÉ

DIA MUNDIAL DA SAÚDE