quarta-feira, 9 de agosto de 2017

POETA MÁRIO QUERINO LEMBRA DE SEUS PAIS AO PASSAR NA RUA SÃO JOSÉ DO DISTRITO DE BANANEIRAS

Rua São José - Distrito de Bananeiras 09/08/2017


Eu vendo a Rua São José,
A rua mais famosa daqui
Do meu amado Distrito,
Eu pude então algo sentir


No meu pobre coração.
Pois foi nesta longa rua
Que vi meus pais sendo
Levados pra corrosão sua.


Digo, dos velhos corpos
Que passaram mais de 70 anos,
Claro, de minha mãe
Que agora estou falando.


O meu pai chegou aos 87,
No cantinho nordestino.
Por isso fotografa bem
O Poeta Mário Querino,


Pra lembrar que seus pais
Um dia viveram e um dia
O povo os levou triste
Porque todo mundo sabia


Que eles não iriam mais
Votar a viver contentes
Em nosso amado Distrito.
Eles já foram pra sempre


E só me traz à lembrança
Quando passo nesta via,
Que também serei levado
Por amigos, qualquer dia.


Ora, hoje, subo e desço
Dando a paz do Senhor,
Um bom-dia ou um oi,
Mas consciente já estou


Que tudo isto terminará
E nunca mais passarei,
Nesta maravilhosa rua
Que até então já passei.


Mas ficarei preocupado
Já sabendo de tudo isto?
Não. Todavia, vivo feliz
No meu amado Distrito.


Eu já sei que vim do pó,
E para o pó eu voltarei.
Mas enquanto não vou,
Eu luto e sempre lutarei.


Consciente que o espírito
Voltará ao Senhor Deus,
Que fez a Terra e os Céus,
E tudo que neles há. Eu


Tenho esta convicção sim
Até esta minha ocasião,
Se eu persistir até o fim,
Não perderei o galardão.


Mário Querino – Poeta de Deus 

Poeta Mário Querino 

Nenhum comentário:

Postar um comentário