O POETA MÁRIO QUERINO DEU UMA VOLTA NO MUNDO E ACHOU QUE TUDO ESTÁ NORMAL, TODOS COM O SEU JEITO DE SER

Poeta Mário Querino 15/03/2018



Cada dia que amanhece
E eu uso o computador,
A minha alma só parece
Que feliz na Terra rodou.


É óbvio, viu muito bem
Tudo que precisou ver.
Dúvida nenhuma tem,
Todos têm o jeito de ser.


Quem sou eu pra mudar
A natureza deste povo?
Ora, a minha ainda estar
Precisando de algo novo


E não consigo tirar não,
O velho homem de mim.
Dou a volta com razão,
Eu vou até aos confins,


E o velho homem vem
Sempre aparecendo sim.
Às vezes acho também
Que é difícil para mim


Repelir o velho homem.
Porque sempre eu estou
Utilizando o seu nome
Por isso nunca eu vou


Esquecer desse passado.
Ainda que eu contrafaça
Ele aparece do meu lado,
Até para me tirar a graça.


Por isso me policio sim,
Senão, perco o domínio
E até nos confins
O nome Mário Querino,


Ficará exposto de forma
Ilícita. Por isso eu oro
E vigio dentro de normas,
E somente eu adoro


O Deus que fez os Céus,
A Terra e tudo que tem
Neles. Claro, tiro o chapéu
Para agradecer também


Por amanhecer sim, vivo
Neste meu pé de serra.
Sei que hoje eu preciso
De alguém nesta terra


Para me orientar bem.
Como eu preciso, vou
Buscar ajuda também
Em nome do Senhor.


Alguém deve estar sim,
Me esperando satisfeito
Para me ouvir até o fim
E avaliar este meu jeito


De pensar, de falar e agir.
Obviamente notará,
Que eu muito me evoluir,
E terá gosto de me ajudar.


Porque quem precisa ser
Ajudado, deve procurar
Ajuda sem dúvida ter,
Pois vivemos para ajudar...

Mário Querino – Poeta de Deus

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

KELVYN, O BANANEIRENSE RECÉM-NASCIDO, MORRE ANTES DE VER A LUZ DO DIA

MÁRTIR TIRADENTES

EQUIPE DO CREAS FAZ PALESTRA NO COLÉGIO MUNICIPAL DO DISTRITO DE BANANEIRAS