QUEM VIVE NO PLANETA TERRA, É PRECISO TER TOLERÂNCIA COM TUDO QUE NELE HÁ

Poeta Mário Querino 15/03/2018



Alguém assim perguntou:
“De que você mais gosta,
Na vida que leva na Terra?”
Então a minha resposta


É utilitária e francamente:
Na verdade, na verdade
Eu gosto de tudo na vida,
O que faço com vontade,


O que tenho para usufruir,
O que eu ganho por dote
E o que você ver em mim,
Ora, gosto até da Morte.


Alguém indagou de novo:
“Você gosta da Morte?
Por que você gosta dela?”
Respondi: Por uma sorte,


Eu não a conheço ainda.
Então, eu não vou odiar
O que nunca vi nem ouvi,
E mal nenhum veio causar


Minha pessoa nesta Terra.
Somente devo comentar
Que a coisa é ruim aqui
Se eu já vi ou ouvi falar.


O que eu não conheço
Não falarei mal nem bem.
Não sou besta para ficar
Usando um nome que tem


Boas qualidades e não sei
Por não ver nem ouvi.
É melhor procurar saber
Pra não ser forçado engolir


Palavras ditas sem saber
Do que se trata na Terra.
Por isso sempre me policio  
Neste querido pé de serra.


Então, não vou odiar algo
Que nunca me fez mal,
Nem tampouco conheço.
A Morte é tão especial


Que, quem vai consigo
Nunca mais voltará aqui.
Se ela fosse algo ruim,
Todos queriam desistir.


E ficariam sofrendo aqui
No planeta Terra.
Eu não ouso falar mal
Da Morte no pé de serra.

Mário Querino – Poeta de Deus



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MÁRTIR TIRADENTES

ADOLESCÊNCIA DE MARIA JOSÉ

DIA MUNDIAL DA SAÚDE