QUANDO DEUS QUER, ELE FAZ DO LOUCO UM SÁBIO E INTELIGENTE




Alguém assim indagou:
“Parece que você agora,
A sua fé já abandonou?”
Falei consciente na hora:


Foi agora que eu fiquei
Intuindo que a minha fé
Está do jeito que pensei
Ora, em Jesus de Nazaré.


Pois eu me lembrei sim
Do meu passado e notei
Que Deus permitiu a mim
Loucura que não esperei.


E fiquei excluído de gente
Que muito demonstrava
Que tinha amor ardente,
Mas nesse tempo falava


Que não queria mais eu,
Porque eu era um louco.
Daí, passei o tempo meu
Distante assim sem gosto,


De sentir um abraço sim.
Pois eu era muito louco
E muitos saíram de mim,
Claro, de pouco a pouco.


Muitos líderes religiosos
Acharam que eu não tinha
Mais futuro, e vaidosos
Deixaram a trilha minha,


E seguiram aos notórios
E importantes desta vida.
Alguém veio ao Escritório,
Viu minha esposa querida


E indagou de novo assim:
“Quem te largou primeiro?”
Falei: Quem dizia para mim
No ouvido o tempo inteiro:


“Te amo de todo o coração,
Você é a razão do meu viver,
Nada vai causar a separação,
Ó amor, entre eu e você.”


Mas quando Deus quis fazer
Da minha vida o melhor,
Simplesmente com prazer
Chegou feliz ao meu redor


Tocou calmamente assim,
Falando com muito regozijo
Que chorei: “Vinde a mim...”
Daí senti um abraço amigo,


Ainda eu fedendo a doido,
Ele me apertou que fiquei
Parado e realmente todo
Feliz pelo amigo que ganhei.


Ainda Ele fez a promessa:
“Te darei o melhor da vida,
O que você mais interessa?”
Disse: Uma família querida,


A sabedoria e a inteligência
Para eu viver neste mundo
Com uma boa consciência
E conhecimento profundo.


Daí passou um bom tempo
Sem eu procurar namorada.
Num oportuno momento
Em que eu orava em casa


No quarto de porta fechada,
Por ter receio de meus pais,
Senti falta de uma namorada
Que pudesse dar amor e paz.


Daí me aprofundei na oração
E pensei numa jovem de fé,
Contudo, ela era do Riachão.
Deus tocou em Maria José


Que sentiu também o amor
Que eu estava procurando.
Daí meu olhar lhe encantou
E o seu foi me apaixonando.


É claro, parentes e amigos
Tentaram nos separar,
Todavia, Jesus era comigo
E o melhor queria me dar.


Daí veio-nos o casamento,
Veio-nos os filhos amados,
Veio-nos as noras no tempo
E veio-nos neto esperado.


Agora, já completa 30 anos
Que vivemos felizes e lícitos,
Somos no cantinho baiano
Abençoados por Jesus Cristo.


Ora, ainda que alguém ache
Que sou louco neste Distrito,
Continuo sendo destaque,
Por ser amigo de Jesus Cristo.

Mário Querino – Poeta de Deus

Poeta Mário Querino 24/03/2018

  


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

KELVYN, O BANANEIRENSE RECÉM-NASCIDO, MORRE ANTES DE VER A LUZ DO DIA

MÁRTIR TIRADENTES

EQUIPE DO CREAS FAZ PALESTRA NO COLÉGIO MUNICIPAL DO DISTRITO DE BANANEIRAS