PARA QUE TRABALHAR SEM PARAR, SE TUDO TERÁ UM FIM?

Poeta Mário Querino 28/03/2018



Alguém assim pergunto:
“Por que você trabalha
No domingo, no feriado
E dia santo? E não falha


Nenhum dia da semana?
Quando não é na firma,
É na construção, em casa
E no computador? Se liga,


O tempo passará e você
Vai morrer e tudo isso
Vai deixar para alguém
No seu amado Distrito!”


O que eu devo redarguir,
É que eu vejo a situação
Do nosso querido país,
E também a lamentação


Que ele está se falindo.
Ainda sem eu acreditar
Nesse disfarçado boato,
Eu preciso sim trabalhar,


Para mostrar que a culpa
Não é minha, do país está
Assim quebrado. Mas sim
De quem só quer sugar...


Digo, líder sem obrigação  
De assumir promessas
Que sempre faz no país
Usando sua boa conversa.


Mas como viso algo bom,
Uso bem a minha cabeça.
Fazendo coisas boas sim,
Para viver bem no Planeta.


Enquanto gente vai às ruas
Clamar o que não adianta,
Eu estou trabalhando sim
E o meu trabalho encanta.


Nada aqui eu posso fazer,
Contra aquele que tem força
E pode fazer o que quiser.
Minha mente não é louca


Para ficar aqui sofrendo
Por algo que não dou jeito.
Quem quiser ficar parado
Que fique, tenho o direito


De fazer a minha parte.
E com certeza, Deus é
Comigo, meus filhos, neto,
Noras e a D. Maria José.

Mário Querino – Poeta de Deus

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MÁRTIR TIRADENTES

ADOLESCÊNCIA DE MARIA JOSÉ

DIA MUNDIAL DA SAÚDE