POETA MÁRIO QUERINO MOLHOU AS PLANTAS DO JARDIM DO COLÉGIO MUNICIPAL DO DISTRITO DE BANANEIRAS NESTE DIA DO SENHOR



Hoje, fui molhar as plantas
No Colégio deste Distrito,
Elas sempre nos encantam
E acho o ambiente bonito.


Alguém então me indagou:
“Hoje é feriado, é domingo,
E você as plantas molhou,
Ó amigo Mário Querino?”


Eu respondi: Quem é vivo
Precisa de bebida e comida.
Quer dizer, que o amigo
Não terá hoje sua bebida?


Alguém comentou rindo:
“Claro que eu vou precisar,
Ó Poeta Mário Querino!”
Eu falei: Então fui molhar


As plantas do lindo jardim.
Quando eu jogava a água,
Suas flores riam para mim
E seus galhos dançavam



De tanto prazer e alegria
Por receberem do Poeta
Uma água limpa e fria
Num dia feriado, que esta


Caridade pouca gente faz,
Ainda sendo lugar público.
Porém o jardim se satisfaz
E se acha recinto de cultos.


Não tem coisa melhor aqui
Do que dá água aos vivos,
E as plantas não podem ir
Buscar na casa de amigos.


Então, como sou seu amigo,
Vou lhe oferecer com amor
Essa água sem fins lucrativos,
No domingo, dia do Senhor.


E como é o dia do Senhor,
Devo fazer sempre o bem.
Porque sempre terei flor
E você vai adquirir também.



Mário Querino – Poeta de Deus 

Poeta Mário Querino 18/02/2018

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MÁRTIR TIRADENTES

ADOLESCÊNCIA DE MARIA JOSÉ

DIA MUNDIAL DA SAÚDE