POETA MÁRIO QUERINO PASSOU PELA PRAÇA DA IGREJA DO DISTRITO DE BANANEIRAS E SE ENCANTOU COM A ARTE DO AMIGO E CONTERRÂNEO CARDIM, QUE ESTAVA EXPOSTA



Às 20 horas eu vinha
Do labor voluntário,
Ao chegar na praça,
Vi que era necessário


Eu fotografar a arte
Do meu conterrâneo
Cardim, que feliz faz
No cantinho baiano.



O Templo Católico já
Estava aberto e o povo
Rezando lá dentro,
Como achei algo novo,


Na frente do Templo,
Quis fotografá-lo sim
Para poetar contente,
Tudo tintim por tintim.


Mário Querino – Poeta de Deus 

Poeta Mário Querino 25/02/2018
  


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MÁRTIR TIRADENTES

ADOLESCÊNCIA DE MARIA JOSÉ

DIA MUNDIAL DA SAÚDE