POETA MÁRIO QUERINO SE ANIMOU AO OUVIR A PREGAÇÃO DO IRMÃO ADEMÁRIO NO TEMPLO DA ASSEMBLEIA DE DEUS



Agora a pouco eu cheguei
Do Templo da Assembleia
De Deus do meu Distrito.
Claro, mudei a minha ideia


Ao ouvir o irmão Ademário,
Que é filho desta terra,
E reside toda vida contente
Neste amado pé de serra.


O irmão Ademário pregou
Ungido, porém sem reteté.
Porque o Culto foi simples,
E o Senhor Jesus de Nazaré


Estava presente, pois ouviu
Os glórias de toda a Igreja.
Ninguém se mostrou o tal,
É Jesus que glorificado seja.


O irmão Ademário falou sim,
Sobre o filho perdido,
Que Lucas então narrou.
Sua pregação teve sentido,


Por isso Deus já me inspira
Para fazer esta poesia,
Para que todos os amigos
Leiam com prazer e alegria.


Irmão Ademário falou calmo,
Que toda a Igreja entendeu,
Ouviu como se fosse salmo,
E sempre dava glórias a Deus.


Mário Querino – Poeta de Deus

Poeta Mário Querino & Pregador Ademário 
21/02/2018

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MÁRTIR TIRADENTES

ADOLESCÊNCIA DE MARIA JOSÉ

DIA MUNDIAL DA SAÚDE