JÁ TERMINOU A BATALHA?

Poeta Mário Querino 08/02/2018


Alguém indagou assim:
“Já terminou a batalha?”
Claro, respondi com fé
Sem nenhuma atrapalha:


Comecei quando nasci
E só paro quando morrer
O meu corpo no Planeta,
Para outra vida receber.


Se eu continuar valente
E assim corajoso na vida
Que estou vivendo aqui,
Minha vitória é garantida.


Mas se eu me acovardar,
A minha derrota é certa.
Então tenho duas opções,
Devo preferir uma dessas.


Mas para eu ter a vitória,
Preciso ser muito valente,
Lutar sem nenhum temor,
E sim, olhando para frente.


Senão serei um derrotado
E jamais irei alcançar sim,
O galardão que me espera
Vencer tintim por tintim.


Sei que a batalha é árdua,
Por isso devo me policiar.
Senão, qualquer deslize
O Inimigo me derrubará.


Contudo, tenho um braço
Muito poderoso que dá
Para mim a sustentação,
E o Inimigo vou esmagar.


Basta eu ser forte, corajoso
E perseverar até o fim
Lutando sem perder a fé
Que Deus nota em mim.


Mário Querino – Poeta de Deus     

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MÁRTIR TIRADENTES

DR. FELIPE PALESTROU NO COLÉGIO MUNICIPAL DO DISTRITO DE BANANEIRAS

LIVROS DOADOS POR RONIWALTER JATOBÁ CHEGARAM HOJE AO COLÉGIO DO DISTRITO DE BANANEIRAS EM PAZ