POETA MÁRIO QUERINO SONHA DESCOBRINDO UMA ÁREA DE TERRA MARCADA COM O SEU NOME

Poeta Mário Querino 10/02/2018


Hoje, cheguei do labor,
Tomei um banho e café,
Após foi para a Igreja
A senhora Maria José.


Então eu fiquei lendo
Jeremias com atenção.
Daí me veio um sono
No cantinho do sertão.


Claro, ainda era cedo
Nesta noite de sábado.
Mas dormir até as 21h
E mais uns quebrados.


Daí neste bom período
Sonhei que gente fazia
Casa numa área nova.
Meu compadre erguia


Também ali a sua casa.
Então, eu andando sim
Nessa área, logo perto
Eu vi tintim por tintim


Um espaço ali marcado
Com pequenas estacas,
E nas estacas tinha sim
O meu nome. Graças


A Deus, eu ter ido olhar
Aquela área invadida.
Pois tinha documento,
Mas estava esquecida.


Só agora foi lembrada
E usada para essa gente
Fazer casas para morar
Alegre e muito contente.


Claro, a área estava sim
Com um mato elevado,
E as estacas estavam
Ali com o meu gravado.


Então, eu muito ditoso,
Disse a meu compadre:
Agora, eu também vou
Construir, nunca é tarde.


Quando me acordei sim,
Ouvir um barulhinho,
Era D. Maria José
Fazendo seus geladinhos.


Daí eu resolvi descrever
O sonho que eu tive
Nesta noite de sábado,
Porque sou Poeta livre


Com direito de sonhar.
E sonhar construindo,
Anima muito no sertão
O Poeta Mário Querino.


Mário Querino – Poeta de Deus   

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MÁRTIR TIRADENTES

ADOLESCÊNCIA DE MARIA JOSÉ

DIA MUNDIAL DA SAÚDE